Oliver é um menininho lindo que, aos 2 anos de idade, começou a apresentar sintomas característicos de autismo. Depois de MUITA pesquisa descobri que o fator que MAIS contribuiu para o aparecimento dos sintomas que o meu filho apresenta hoje - entre outros - é a toxicidade das VACINAS, leia aqui. Felizmente, também descobri a ajuda maravilhosa que a HOMEOPATIA pode proporcionar, leia aqui. Seguindo o exemplo de muitas outras crianças que estão se recuperando todos os dias no mundo, vamos começar esta viagem com a desintoxicação das vacinas através da terapia CEASE, conheça clicando aqui. Essa viagem vai ser longa, mas temos muita fé que um dia chegaremos no nosso destino: a RECUPERAÇÃO TOTAL. Comece lendo o primeiro post: O começo da nossa viagem aqui.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

O neuro receitou Risperidona... e agora, dar ou não dar?

Atualmente, existem várias opções de tratamento para as crianças no espectro de autismo, dietas adaptadas, suplementação, terapia ocupacional, homeopatia, e como todo mundo sabe, os remedios psicotrópicos comumente receitados pelos neurologistas.

Um dos mais conhecidos dos pais é um remedio chamado Risperidona, mas há muitos outros com características muito similares. E quando um neurologista prescreve um remédio psicotrópico, eu imagino que muitos pais ficam na dúvida de dar ou não dar. "Mas o médico é o especialista, não é verdade. Se ele receitou, ruim não pode ser". E acabam tentando.

Como todo mundo sabe, cada criança tem sintomas totalmente diferentes dentro deste espectro enorme chamado autismo, com características totalmente individuais, e obviamente cada uma delas reage de uma maneira diferente a estes remédios. É impossível prever.

Algumas crianças inclusive, reagem de uma forma positiva, muitas vezes por alguns anos.

Mas os nossos filhos vão crescendo, e um dia eles serão adultos. Enquanto são crianças, de certa forma, o comportamento é controlável e tolerável. Eles são lindos, mesmo com as suas manias diferentes das outras crianças. E sabe-se que com a chegada dos hormônios da adolescência, a criança do espectro manifesta ainda mais a sua agressividade.

Por isso, quando eu penso no autismo do meu filho eu penso no futuro dele, não neste momento, no agora. Porque o autismo 'e comprovadamente um diagnostico temporário, que pode mudar, e ninguém, repito ninguem, 'e capaz de prever como a criança vai se desenvolver.

E nesse hora eu penso seriamente nestes remédios. Eu olho para estes rapazes com autismo grave que são totalmente dependentes dos remédios e morro de pena. Morro de pena porque a sua vida na fase adulta e a sua dependência existe exclusivamente por causa da decisão que os seus pais tomaram lá atrás, na infância, sem talvez realmente pensar nas consequencias.

Será que a criança, se tivesse podido escolher, teria optado pelos remédios psicotrópicos?

Um exemplo: veja este video que mostra como este jovem autista brasileiro sofre com a dependência dos remédios.

Eu venho pesquisando há algum tempo todos os tratamentos disponíveis e de uma coisa eu hoje tenho certeza: no momento em que o médico opta por receitar remédios psicotrópicos como a Risperidona, ele esta tentando controlar os sintomas da criança no presente, e está jogando TODAS as possibilidades de recuperação futura da criança PELA JANELA. É uma decisão imediatista. 

Os remédios comprovadamente só acalmam ou controlam a agressividade, a irritabilidade, mas ela continua lá, dormente. Eles criam uma falsa sensação de controle, uma concentração e atenção artificiais, porque no momento em que a criança pára de tomar o remédio, esse progresso desaparece e ela regride.

Os remédios como a Risperidona nunca ajudarão a melhorar os sintomas de autismo da criança de nenhuma forma, não vão fazer com que a criança progrida.

POR QUÊ? 

Porque a criança apresenta atraso no desenvolvimento, falta de atenção, sensibilidade aguçada, hiperatividade (ou falta total de atividade, os casos variam), porque a criança apresenta:

1. acúmulo de metais pesados no cérebro, como mercúrio e alumínio (de forma geral, por causa da vacinas, já que muitas vacinas ainda contém mercúrio, e todas contém taxas de alumínio muitas mais altas do que o permitido, metal pesado altamente tóxico). Metais pesados acabam se alojando no cerébro porque a criança tem dificuldade de eliminação, o que prejudica o funcionamento do cérebro e consequentemente, do sistema imunológico, causando tudo que você vai ler nos próximos itens...
2. proliferacão de bacterias patogênicas, fungos e parasitas no intestino que o tornam permeável,  inundando seu corpo diariamente com toxinas que o tornam hiperativo, que causam tics, e atrapalham na concentracão,
3. deficiências nutricionais, como falta de zinco, magnésio, outros minerais ou vitaminas, o que prejudica o desenvolvimento, ou fazem por ex., com que a criança morda tudo o que vê pela frente, de roupa a sofá,
4. alergias e intolerâncias alimentares que o irritam constantemente.

Ou seja, para que fique bem claro: por ex., a sua unha não pára de doer. Daí você descobriu que a sua unha dói porque você tem uma infecção bacteriana ali. Eu te pergunto: você vai tentar tratar a infecção bacteriana ou você vai continuar tomando remédio para passar a dor da unha? 

Ou seja, a Risperidona vai dopar a crianca para "abafar" todo esse enorme rebuliço fisiológico que está acontecendo dentro dela, de uma forma artificial. Não vai curar nada.

PORTANTO: o que precisa realmente ser tratado são os sintomas citados: 1. o acúmulo de metais através do tratamento de quelação de metais, 2. a proliferacao parasitaria e fungica, com tratamento com antiparasitarios e antifungicos, 3. as deficiencias nutricionais, com dieta adequada e suplementação. 

Todo médico sabe que remédios como a Risperidona só podem ser tomados por um período de tempo. É essencial mudá-los de tempos em tempos por causa dos efeitos colaterais.

A criança então, toma Risperidona por 1, 2 ou 3 anos. E depois disso? E quando ela completa, 10, 13 anos de idade?

A verdade, leitor, é que a vida da criança vai se tornando um pesadelo. Porque além de não ter tratado nenhum dos seus sintomas existentes, ela vai começar a desenvolver muitos outros problemas advindos do consumo de remédios, problemas que a criança nunca teve. Os problemas gastrointestinais podem piorar, sem falar nos problemas neurólogicos que a criança passará a desenvolver justamente por conta do consumo do remédio, como convulsões e tics nervosos.

Não se enganem, o futuro é negro, e não importa o que diga o neuro. Haverá aumento de peso, você talvez venha a precisar de outros remédios para controlar refluxo, acidez estomacal, problemas no fígado, nos rapazes haverá surgimento de mamas, e a alta probabilidade de que a criança/adolescente venha a ter convulsões.

Que ninguém se engane que a criança que toma Risperidona (ou similar, Risperdal, Ritalin...)  vai melhorar por milagre, a tendência é a de que, sem dúvida, os sintomas da criança se mantenham mais ou menos os mesmos, ou piorem. E como isso vai acontecer, não existe médico no mundo capaz de prever.

Todos se lembram do caso do adolescente que matou várias criancas a tiros na escola em Sandy Hook em 2012, nos EUA.

Este artigo lista os nomes de todos estes adolescentes dos EUA envolvidos em casos de assassinatos em escolas e ataques psicóticos similares, e todos eles tinham histórico de consumo de remédios psicotrópicos. Isso é algo muito sério, que estes remédios sejam capazes de criar um quadro psicótico em uma criança.

Eu me pergunto, os pais tem noção disso? Eles tentam imaginar os próprios filhos com 20 anos de idade quando eles aceitam adotar o uso de um remédio deste tipo? Se se perguntam que futuro estão oferecendo para os seus filhos quando lhes dão remédios?

Isso sem falar que a Risperidona não tem qualquer comprovação cientifica de eficáciaA Risperidona e' um remédio chamado de "off-label" pela comunidade médica internacional. Remédio "off-label" - em inglês - e' o nome que se dá a todos aqueles remédios que são receitados pelos médicos para tratarem certas doenças para as quais nunca foram testados.

Por que isso acontece: os laboratórios farmacêuticos gastam muito dinheiro em pesquisas com remédios, pesquisas duram anos, processos de patentes também. Quando o remédio passa a ser comercializado e não vende muito porque o remédio do laboratório da concorrência é melhor, o laboratório farmaceutico procura uma nova finalidade para o remédio, pra vender mais.

É o que acontece com os remédios prescritos para crianças autistas. Eu não conheço nenhum remédio testado com a população autista. Estes remédios um dia foram testados em adultos para tratar doenças como, por exemplo, a Sindrome de Alzheimer, mas como o remédio não está trazendo lucro... lança-se uma nova campanha de propaganda, e "re-inventa-se" o remédio. Os propagandistas passam a visitar os médicos semanalmente e fazem propaganda de que o remédio tem produzido efeitos positivos em crianças autistas. E os médicos então, passam a prescreve-lo.

Foi o que aconteceu com a Risperidona. A Risperidona foi um dia testada para tratar esquizofrenia. Os ensaios clinicos foram feitos com adultos. A Risperidona nunca foi testada em crianças

Ou seja, quando a a criança toma Risperidona, ela está tomando um remédio fortíssimo para tratar adultos que sofrem de esquizofrenia! 

Este relatório de 2011 coleta toda a informação que existe sobre as provas existentes de eficácia da Risperidona (e outros 4 remedios). Na página ES-4 há uma tabela que mostra as evidências de eficácia da Risperidona no tratamento de crianças, dividido em ansiosas, bi-polares e com atraso mental

As legendas que constam na tabela para a Risperidona são somente: BOLINHA - não há informação sobre prova de eficácia, + COM FUNDO AZUL CLARO - pouca ou muito pouca prova de eficácia. 

Vale lembrar que a Risperidona pode causar aumento de peso e diabete tipo 2, efeitos secundários nos nervos motores (tics nervosos - tardive dyskinesia), e é por isso que não se pode utilizar Risperidona a longo prazo.

Veja aqui um video com explicação sobre a falácia que é a Risperidona.

Eu morro de pena de criancas que tomam remédio, mas com isso NÃO estou julgando os pais. Porque os pais seguem a orientação dos médicos! 

Dá pra julgar os médicos? De certa forma, poderia se dizer que.... não, se considerarmos que nem mesmo eles conhecem bem os remédios que receitam.

E como eu estou aqui fazendo essa afirmação?

O psiquiatra inglês Ben Goldacre acabou de lançar - em 2013 - um livro bastante completo chamado BAD PHARMA ("A Má indústria farmaceutica") onde ele explica detalhadamente como, enquanto psiquiatra, tem uma dificuldade imensa de decidir que remédios receitar. Porque quando ele tenta procurar todos os estudos que foram feitos sobre um determinado remédio que vai receitar, a informação completa sobre efeitos colaterais quase nunca está disponivel, porque os ensaios clinicos cujos resultados foram negativos - ou seja, cujos efeitos colaterais prejudicias seriam suficientes para que a sua comercializacao fosse rejeitada pelas autoridades competentes - não chegam a ser publicados na literatura médica! 

Assista o Dr. Ben Goldacre neste video, é muito interessante. Ele explica como os médicos não conhecem os remédios que receitam, e dá alguns exemplos reais que embasam o seu argumento.

O processo de produção de medicamentos, do momento dos estudos iniciais até o final, do controle por parte das autoridades que regulam a industria farmacêutica, é totalmente irregular, e porque não dizer, corrupta, um verdadeiro fracasso.

Os ensaios clinicos de remédios são planejados de forma parcial, para produzir resultados favoráveis, de forma que o laboratorio farmaceutico consiga comercializá-los. Os interesses são somente financeiros $$. 

Uma vez que o laboratório tem a autorização para comercializar o remédio, os médicos são bombardeados com propaganda positiva do remedio, que pode-se dizer que é na verdade FALSA, porque é incompleta. Voce já ouviu falar de médico que vai pra Disney com a família com tudo pago por algum laboratório farmaceutico? Isso acontece, minha gente. Os laboratorios farmacêuticos são riquíssimos. 

Vejam um exemplo nesta noticia de hoje:  "As alegações são feitas após alegações anteriores semelhantes de que a equipe de vendas do laboratório farmacêutico GlaxoSmithKline -GSK na China,  oferece aos médicos dinheiro, jantares e todas as despesas de viagem pagas para que receitem o Botox da GSK. Estas alegações, relatadas ao Wall Street Journal por uma fonte anônima, são de que a equipe de marketing da GSK na China tinha planos de dar quantias em dinheiro a médicos para cumprir "quotas" de prescrição do seu produto entre 2004-2010".

Em 2009, a famosa marca Pfizer foi condenada a pagar 2 bilhões de dolares por fazer marketing falso de remédios aos médicos, veja aqui.

O seu neuro, na grande maioria das vezes, ignora totalmente muitos dos efeitos colaterias dos remédios que prescreve, e justamente por isso, ainda os prescreve, porque a informação não está disponivel, ela desaparece. 

Esse post é pra você pai e mãe, cuj@ filh@ ainda é criança: ele tem muitas chances de melhorar e de se recuperar. Como sabemos, através de terapia ocupacional, de amor, da restrição na dieta, de suplementação sob o tratamento "biomedico" (antigamente conhecido como tratamento "DAN! - Defeat Autism Now"). Há muitas opções. E muito mais, muito mais, com o tratamento homeopático.

Eu imagine o meu filho adulto. Se ele crescer como o pai, o que provavelmente vai, ele terá quase 2 metros de altura... Assusta pensar nas dificuldades que terei ao tratar um adulto com 2 metros de altura quando eu tenho 1.60 de altura.  

Eu já li as experiências de muitos pais e sei que os pais que tentam outros tratamentos por um período de tempo, constatam que JAMAIS precisarão dar remédios psicotrópicos.

Reflita: se o seu filho tivesse tido a opção de escolher, talvez ele NUNCA optasse por tomar remédios psicotrópicos. 


Eu amo o meu filho demais para fazê-lo de cobaia de um remédio para tratar sintomas para os quais nunca foi testado. 

E eu rezo para que Deus esteja ao nosso lado, e nos ajude para que NUNCA tenhamos que dar remédios psicotrópicos pra ele.

Atualização de 12 de julho de 2015

A retirada dos remédios psicotropicos é possivel! 

Conheça a historia deste rapaz na página do facebook Padres Autistas en Acción! (Risperdal é o nome da Risperidona no mercado de lingua espanhola). Não espere mais nenhum dia para tomar uma atitude para mudar a vida do seu filho. Não aceite quando o médico diz que o autista não pode melhorar. Adote uma dieta saudável e procure tratamentos que são capazes de trazer progresso real!


171 comentários:

  1. Tenho uma filha de 19 anos autista severa, ela toma risperidona há pelo menos uns 10 anos, e as vezes ela é muito agressiva,, já pensei muito em tirar o risperidona mais tenho medo que ela possa piorar. Não sei o que fazer. Onde moro não tem o tratamento que ela precisa. Realmente ñ sei o que fazer..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida mae,

      Eu sinto muito que a sua familia esteja passando por isso.

      Eu rezo que Deus lhe de forca e lhe mostre o melhor caminho. Eu acredito que seja possivel retirar estes remedios e tentar iniciar um tratamento holistico completo com mudanca na deita, e com homeopatia.

      Um grande abraco, espero ter ajudado...

      Julie

      Excluir
    2. Boa noite Julie,
      Descobri seu post hoje ao pesquisar sobre Risperidona. Ando refletindo sobre os progressos e regressos do meu filho de 07 anos diagnosticado com autismo. Ele toma o remédio faz 4 anos e noto que durante esse tempo o único benefício foi um comportamento menos agitado. Porém, ele regrediu em alguns aspectos, como na fala, fala menos e já não articula bem as palavras, passou a colocar tudo na boca como fazem os bebês. Depois de tanto pensar, me veio a cabeça, será que é o remédio? Enfim, depois de ler o seu post, tenho quase certeza. Já iniciei o tratamento homeopático e pensava em parar, mas vou continuar. Muito obrigada pelos esclarecimentos. Grande abraço. Wanda Costa (Mãe do Gabriel).

      Excluir
    3. Oi tenho um filho de 3 anos e gostaria de iniciar o tratamento do autista com o homeopatia me de mas informações

      Excluir
    4. Preciso de informações como tratar um autista

      Excluir
  2. Sou dentista especialista em pacientes com necessidades especias e tenho encaminhadaqueles portadores deA Autismo para o tratamento homeopatico. Posso afirmar oa evolução positiva no comportamento desses pacientes como algo real e factivel a curto prazo. Estou preparando uma monografia a esse respeito. O olhar deles muda e as mães afirmam que eles se colocam mais presentes na interação social e familiar. É realme encantador o progresso deles durante o tratamento odontologico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria Helena,

      Fico contentissima com seu comentario! E~muito importante para os pais ler este tipo de opiniao por parte de profissionais da area.

      Eu nao tenho a menor sombra de duvida que quando optamos pela homeopatia, Deus nos colocou no caminho certo. :) um enorme abraco e sucesso.

      Vc me escreve de onde?

      Julie

      Excluir
    2. Gostaria de saber se vc é, ou se conhece alguém no Brasil, que possa fazer o tratamento CEASE. Procedem as informações sobre os resultados maravilhosos deste tratamento?

      Excluir
    3. Maria Helena Rossi em Uberlândia-MG, fazemos o tratamento homeopático CEASE de nosso filho autista e estamos obtendo bons resultados.

      Excluir
  3. Quando iniciaram tratento homeopatico,perceberam similaridade nos medicamentos administrados com outros pais que tb o fazem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola anonimo! Agradeco o seu comentario mas nao entendi a sua pergunta.

      Por favor, leia outros posts do blog e veja se consegue encontrar alguma informacao que a ajude a entender o tratamento.

      Julie

      Excluir
  4. Existem outros tipos de medicamentos além da risperidona, meu filho tem 27 anos é muito forte, tinha crises de agressividade, impossivel segura-lo, de tão forte, faço a dieta do glúten e melhorou muito infelizmente precisa dos medicamentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola,

      Agradeco muito seu comentario. Eu entendo que um adulto de 27 anos que passou anos tomando remedios, hoje precise deles muito mais do que nunca. Este é justamente o intuito do meu post, tentar alertar os pais sobre as consequencias do uso de medicamentos e mostra-los que existem alternativas para que nao tenhamos que ter o problema que a sua familia esta, infelizmente, sofrendo neste momento.

      Eu fico muito contente que a sua familia tenha adotado a dieta sem gluten e caseina... eu tenho esperancas de que, mesmo na idade do seu filho, o quadro ainda possa ser amenizado com dietas, e terapias alternativas.

      Temos que ter esperancas sempre. Ha muitas pesquisas por ai comprovando a plasticidade do cerebro, nunca é tarde.

      Um gde abraco
      Julie

      Excluir
  5. TENHO UM FILHO AUTISTA DE 24 ANOS E QUE ATÉ 2 ANOS ATRÁS TOMAVA 15 MEDICAMENTOS POR DIA, RESOLVI RETIRAR ALGUNS, COM MUITO CUIDADO E CAUTELA, LENTAMENTE, HOJE SÓ TOMA 3!!! SÓ USO RESPIRIDONA QUANDO ELE ENTRA EM CRISE MAS SÓ POR DOIS DIAS, PORQUE NO 3º ELE FICA AGRESSIVO E COM INSÔNIA!!!ALÉM DE QUE A RESPIRIDONA CAUSA GASTRITE, COMO A MAIORIA DOS AUTISTAS NÃO EXTERIORIZAM O QUE ESTÃO SENTINDO, TORNAN-SE AGRESSIVOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pontilhismo,

      Agradeco muito seu comentario, so corrobora o meu post e isso me alegra muito.

      Eu conheco outros casos de autistas mais velhas e ouco dizer que a restricao da dieta ajuda muito... vale a pena tentar sempre.

      Que Deus esteja com a sua familia e lhe ilumine mostrando o melhor caminho para ajuda-lo. Nos maes sabemos como é dificil esta caminhada.

      Um gde abraco,
      Julie

      Excluir
  6. Não podemos julgar todos os remédios, as vezes a falta dos remédios para o autista adoece toda a família. Acho que os remédios não são feitos para matar as pessoas e nem para enriquecer os laboratórios. Temos que ter muito cuidado com qq informação sem total certeza e cada caso é um caso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Helcia,

      Agradeco o seu comentario. O meu post é justamente para os pais de criancas pequenas, para que nao iniciem um tratamento com psicotropicos justamente para nao se encontrar nesta situacao em que voce se encontra hoje: a situacao em que nao ha mais nada a fazer, a nao ser dar remedios para conseguir controla-los.

      Os pais dos autistas mais velhos de hoje em dia, infelizmente, nao tinham a informacao e o avanco nos tratamentos que temos hoje e eu jamais estou aqui para culpa-los...

      O meu posto teve o intuito de alertar os pais de criancas pequenas, para ajudar a melhor as perspectivas futuras de seus filhos.

      Os remedios nao sao feitos para matar as pessoas e EU EM NENHUM MOMENTO DISSE ISSO, E SINTO MUITO QUE ESTA TENHA SIDO A SUA INTERPRETACAO DO TEXTO.

      O que eu disse, é que basicamente, infelizmente vivemos em um mundo capitalista, e que todas as grandes corporacoes deste mundo precisam trazer lucro para os seus acionistas, e mais e mais a cada ano.

      No caso dos laboratorios farmaceuticos, isso se chama "reaproveitar remedios que nao vendem". O Dr. Ben Goldacre da muitos exemplos no seu livro, prova tudo o que alega e teve um respaldo enorme da comunidade cientifica ao publicar o livro.

      É uma pena que ainda nao exista em portugues, se tivesse oportunidade de le-lo ficaria horrorizada como eu fiquei.

      Um abraco,
      Julie

      Excluir
    2. Julie..

      O tratamento que voce oferece tambem è o mesmo ....nao cura o autista , deixa voces millonarios, os pais de crianças devem guardar dinheiro para quando ouver a cura....em realidade todos estam aproveitando do autismo para ganhar dinheiro

      Excluir
  7. Homeopatia e deus são fé. Risperidona e ciência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo, agradeco muito o seu comentario.

      Quando voce afirma que a homeopatia é "fé" o faz porque certamente conhece muito pouco sobre a homeopatia.

      Quando voce afirma que a Risperidona é "ciencia", vejo que conhece muito menos ainda a Risperidona, e nao entendeu absolutamente nada do que consta no meu post acima (ou talvez nao leia ingles, entendo que muitas da fontes de informacoes que coloquei estao em ingles.)

      Por favor, sinta-se livre para trazer aqui fontes para sua alegacao, sou muito aberta a debates, e adoro aprender.

      Ficarei muito feliz em fornece-lo muitas informacoes sobre estudos sobre a homeopatia e alguns casos praticos em que a Homeopatia CUROU o autismo das criancas, diferente da Risperidona, que ao contrario, pode arruinar a vida das criancas, as suas chances de recuperacao e o seu cerebro. De uma ciencia assim, eu prefiro passar longe!

      Um abraco,
      Julie



      Excluir
    2. Efeitos colaterais comuns da Risperidona são: insônia, náusea, ansiedade, tontura, hipotensão, rigidez muscular, dor muscular, sedação, tremores, aumento da salivação, aumento de peso e dificuldade de raciocínio (no tratamento a longo prazo), desordem extrapiramidal (movimentos involuntários), dor de cabeça, rinite - inflamação da membrana da mucosa nasal, síncope, arritmia cardíaca, galactorréia, ginecomastia - desenvolvimento excessivo da glândula mamária no homem, amenorréia, menorragia, disfunções ejaculatória e eréctil (fonte Wikipedia).

      Excluir
    3. ola julie, não é por nada não mas o meu filho esta com 11 anos e esta tomando risperidona a pelo menos 3 anos ,e eu tenho observado várias regressoes, e alias um dos efeitos colaterais q mais tem me chamado a atençao e me feito sofrer muito com isso é disfunçoes ejaculatória eréctil pense em uma criança de 11 anos com isso ,como é constrangedor ,tambem tem tido fortes alucinaçoes, enfim não vi nenhum beneficio só regressão. será q ainda da tempo de iniciar esse tratamento com meu filho? vc poderia me informar onde aqui em são paulo, obrigada

      Excluir
  8. Olá, preciso muito saber sobre o tratamento com homeopatia....será que tem algo para concentração? tenho um filho com autismo leve e a professora de apoio dele reclama da falta de concentração dele. ele tem 8 anos, fala tudo e se relaciona bem com todos, dorme bem...mas tem dificuldade em aprender...está começando a se alfabetizar. Aqui na minha cidade tem uma médica homeopata e semana que vem vou levar o Gabriel no consultorio dela. Um abraço. Julia
    meu email é julauar@hotmail o mesmo pro facebook. desde ja agradeço sua atençaõ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julia,

      A homeopatia equilibra o organismo todo de uma vez, ela nao trata nada especifico. Voce me escreve de onde?

      Eu tenho recomendacao de excelentes homeopatas (importante que o homeopata seja unicista, recomendado por amigos) em SP, RJ e Curitiba.

      Bjs!

      Excluir
    2. Meu sonho é tirar a Risperdona do meu filho,faz 4 anos que ele toma esse medicamento ele foi diagnosticado Asperger.Eu quero e vou introduzir,a homeopatia minha intuição de mãe pede isso.Eu também já soube de conhecidos meus médicos que ganham sim gratificação de laboratórios.'' Viagens." Esses medicamentos me preoucapam muito sei dos efeitos colaterais tanto que meu filho tem que monitorar ,faz exame de sangue de 3 em 3 meses por causa do Risperdona e o Daforim que ele toma hoje.Meu sonho é a homeopatia só não comecei ainda porque meu marido é contra.Aff.....

      Excluir
    3. Julia, mostre este post para o seu marido. Quanto antes voce retirar os remedios melhor!

      Eu entendo que as pessoas tenham receio da homeopatia por nao a conhecerem. A homeopatia nao causa nenhum efeito colateral, e' sutil no organismo da crianca, nao possui nenhum ingrediente quimico! O seu marido deveria saber, que a homeopatia 'e o metodo de tratamento preferido da familia real inglesa (como voce pode imaginar, eles tem acesso aos melhores medicos do mundo ;). eu inclusive me pergunto, se o Principe William vai vacinar o seu filho que esta para nascer...

      Boa sorte, eu sei como e' complicado quando temos oposicao dentro de casa. Gracas a Deus o meu marido 'e ainda mais contrario a remedios do que eu!

      Um abraco,
      Julie

      Excluir
    4. Obrigada Julie! Com certeza vou seguir seu conselho,mas vou ter que enfrentar o meu marido,ele é uma pessoa esclarecida mas cabeça dura, se qualquer coisa der errado ele vai jogar na minha cara.. mas eu vou tentar e se Deus quiser e ele quer vai dar certo.Eu sou a favor da homeopatia. Eu cresci com meu pai plantanto ervas medicinais.Eu sei da sua eficácia.Rezem por mim e por meu anjo Mateus.Mais uma vez muito obrigada! bjos!!!!

      Excluir
    5. Olá, sou mãe de um rapaz de 20 anos com autismo. até aos 14 anos a vida dele e a de toda família foi muito sofrimento, praticava auto agressão só defecava com supositório, gritava corria na rua nao dormia etc.varios remédios como neulepetiu Concerta vários desse tipo só piora. Mas o meu esposo pesquisou na Internet e encontrou a dr Simone pires em São Paulo, Deus colocou ela na vida do nosso filho, todos esses tipos de medicamentos foram suspensos, comecou o tratamento com dieta sem gluten terapia ocupacional,remédios omeopatico frequência na academia e andar a cavalo. Tudo isso no início parecia impossível pra ele, mas a minha única esperança era acredita em que eu era orientada a fazer, colocá em prática, com muita fé em Deus fui seguindo, em média de um ano a nossa vida e a dele já era outra graças a Deus, Ele ficava na academia sozinho, não se agredia mais, não precisava mais do supositório, não corria na rua sem noção do perigo e passou a dormir bem . Hoje pra mim se não fosse a fala que ele faz uso de poucas palavras, ele estaria tendo uma praticamente normal. Hoje ele me ajuda a fazer compras vai para a igreja e asiste o culto do meu lado e do irmão mais novo, vai para aniversário, poucos percebem a deficiência dele,mas continuo crendo na cura total dele .

      Excluir
    6. Boa noite tenho uma filha que toa risperidona a 5 anos ela está com. 10 anos ,não se desenvolve na escola e está agitada não quero aumentar a dose..e resolvi parar de dar os remédios,ela esta agitada
      E agressiva quando concordamos cim algumas atitudes
      Não sei oque fazer

      Excluir
    7. Boa tarde , preciso urgente de um homeopata para me filho autista de 5 anos. Fui em um mas ele não atende ou receita criança autista. Moro no Mato Grosso mas a indicação do médico pode ser tanto aqui quanto em Uberlândia ou Goiânia. Obrigado e aguardo.

      Excluir
  9. Ameeeeeeeeeeeeeei seu texto! Posso colocá-lo em meu blog? Penso exatamente assim!!!! Obrigada por todos os esclarecimentos científicos! Não conhecia seu blog, adorei!

    ResponderExcluir
  10. Ola Luiza,

    Tudo o que eu escrevo e' pra divulgar! Tambem adorei seu blog! :)

    Um gde abraco,
    Julie

    ResponderExcluir
  11. olá, vc poderia indicar profissionais de homeopatia aqui em Curitiba? não estou muito confiante de iniciar o tratamento com Risperidona. Meu filho não é agressivo, pelo contrário é muito carinhoso... O neuro recomendou "testar" o medicamento para ver se ele melhora a concentração...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alan, o melhor homeopata do Brasil mora em Curitiba! Ele se chama Javier Gamarra! Ele nao faz terapia CEASE mas certamente vai ajudar muito o seu filho, tanto quanto a CEASE com certeza, o meu sonho 'e levar o meu filho ate ele.

      Boa sorte!

      Excluir
  12. ola julie me chamo jessika tenho um filho de apenas 3 anos e tive o diagnostico que ele tem autismo leve a neuro dele receitou a risperidona como ele é uma criança muito agitada e de dificil concentração começados a dar o remedio agora que ele tomou 1 vidro mas depois de ter visto o seu blog estou assustada quanto a esse medicamento ele ja faz as terapias,psicologia e fonoaudiologia estou pensando seriamente em tirar esse medicamento dele depois que ele começou a tomar esse remedio ele esta muito agressivo.por favor vc é mãe de uma criança tambem autista me ajude a entender um pouco sobre isso.estou muito angustiada nao sei o que fazer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Jessika,

      Eu imagino como voce esta angustiada... eu tambem passei por isso...

      Voce realmente deve ficar assustada. A Risperidona 'e um remedio que nunca foi testado em criancas, somente em adultos esquizofrenicos.

      Para tranquilizar o seu filho voce precisa, SEM SOMBRA DE DUVIDA, mudar a dieta dela, e retirar tudo o que irrita e inflama o seu aparelho digestivo e cerebro, e gluten e laticinios sao os primeiros a se retirar ne? O ideal e' evitar acucar ao maximo. Procure informacoes sobre dietas para autistas, o seu filho vai melhorar MUITO sem remedio.

      E tente leva-lo a um homeopata, vai fazer milagres por ele.

      'E possivel recuperar os sintomas de autismo de uma crianca, mas eu nao conheco nenhum caso em que a crianca nao fazia dieta, 'e fundamental.

      Um abraco e forca,
      Julie
      PS: procure a gente no grupo Tratamentos Naturais para o Autismo no Facebook!

      Excluir
  13. Oi, querida vc tem um homeppata no rj para me indicar? Muito obrigada desde já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola,

      Eu ouco as maes da comunidade de autismo comentarem sobre a Dra. Georgia Fonseca, mas ela nao e' nem homeopata unicista (classica) nem faz CEASE.

      Ela tem experiencia com autismo, mas acho que vale a pena procurar um homeopata unicista ou fazer CEASE e desintoxicar as vacinas!

      Boa sorte
      Julie

      Excluir
    2. Ela trabalha com Protocolo DAN

      Excluir
  14. Tenho um filho de 4 anos q faz uso do risperdal que melhorou consideravelmente o olhar q ta mais suave visto por todos concentraçao melhorou muito. Antes tinha pouco ou zero contato visual. Responde qdo.Chamamos e ta mais sociavel e mais calmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo, eu nao duvido que o risperdal traga um aparente progresso inicial. Mas ha que preco? E o futuro?

      Boa sorte na sua jornada..
      Julie

      Excluir
    2. a ta no começo o meu filho Guilherme tambem estava "melhorando" e só agora eu vejo a disgraça q esse remédio fez com meu filho, nem eu mesma como mãe o reconheco mais, vc q sabe mas só o tempo te dirá, infelizmente foi assim para mim q triste.

      Excluir
  15. Olá , Meu nome é Thayse moro em Santa Catarina , tenho um filho de 3 anos e levei num Neuropediatra porque ele não fala claramente ainda, ele me disse o seguinte vamos trabalhar com a hipótese dele ser autista e iniciar um tratamento já porque não posso esperar ele fazer 5 anos para ter certeza. Ele esta fazendo psicóloga, terapia e fono e ele me receitou o Risperidon porque eu falei que ele era agitado, mas eu ainda não dei porque fiquei apavorada quando li a bula e meu marido tem medo de que possa viciar. Eu estou confusa não sei o que faço tenho muito medo e a fono me disse que o Risperidon não é somente para acalmar é para ele ter uma melhor concentração e o tratamento ser a curto prazo. Meu filho ja fala bastante coisa, esta numa escola normal, esta mais calmo devido as terapias mas muita gente me cobra porque ele ainda não fala. Não sei o que faço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayse, eu gostaria de pensar que o meu post foi convincente o suficiente para você jamais pensar em dar remédio psicotropico para um ser tão jovem e tão inocente... mas eu me conformo em ver q pelo menos te fez parar pra pensar!

      Olha, vc não podia estar melhor localizada: o homeopata mais conhecido do Brasil atende em Curitiba e se chama Javier Gamarra. Ele vai ajudar o seu filho muito mais do que o neuro.

      a sua outra opção que também é muito boa, é tentar tratar o seu filho com o mesmo tratamento que hoje os pais bem informados no Brasil utilizam, que é o tratamento biomedico ou antigamente conhecido como DAN. um dos únicos médicos q utilizam este tratamento no Brasil é o Dr Rogerio Rita e o consultório dele fica em Floripa!

      Boa sorte na sua jornada...

      Julie

      Excluir
  16. Boa tarde! Estou muito confusa. Tenho um filho que acabou de completar 2 aninhos e ele tem sintomas do espectro autista (desculpe a ignorância no assunto, mas é assim mesmo?). A médica disse que são sintomas leves, mas que ñ podemos negar que eles estão ali. Ela explicou que o risperdal, "acalmaria" e que com isso ele teria a atenção mais focada, inclusive para aprender a falar, já que no momento ele não fala nada e nem para mt quieto e nem nos dá a devida atenção. Disse ainda que ela relutava em entrar com medicamentos em crianças tão pequenas, mas que depois de medicar teve casos de pacientes que houve grande melhora. Fico confusa, pois acho agressivo, ele é tão pequeno e já tomar um medicamento desse porte. Porém, tenho medo de ñ encontrar um bom homeopata e ainda do tratamento ser bem a loooooongo prazo. Sei que o tratamento é contínuo, mas quero dizer que para eu ver alguma melhora demoraria muito mais, ou ñ? Outra coisa... Li que indica homeopata unicista, o que é isso? Sou de Vitória-ES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Leticia,

      Eu imagino que voce esteja confusa, no comeco nao 'e facil. Ha tanta informacao por ai, e ha realmente muito o que aprender.

      Veja, o seu filho foi enquadrado no espectro simplesmente com base num questionario. Os medicos nao sabem porque razao as criancas tem atraso no desenvolvimento. Mas no mundo alguns poucos cientistas e medicos decidiram ir mais fundo no assunto e ja descobriram que o atraso acontece porque o cerebro nao funciona como deveria... porque a crianca tem deficiencia de minerais (como zinco e magnesio por ex), ou porque a crianca tem proliferacao de bacterias/parasitas que inundam o corpo (e consequentemente) o cerebro de toxinas que o impede de funcionar como deveria, ou porque a crianca tem acumulo de metais pesados como mercurio e aluminio que sao altamente toxicos.

      Agora eu te pergunto: se voce soubesse que a sua unha doi porque voce tem uma infeccao bacteriana ali, voce trataria a infeccao bacteriana ou vc continuaria tomando remedio para passar a dor da unha?

      Leticia, com isso quero dizer que a Risperidona 'e um remedio que foi testado em adultos com esquizofrenia, 'e forte, toxico, cujos efeitos colaterais sao serios e voce nao estara tratando a raiz do problema. A raiz do problema do seu filho nao esta no cerebro, ele nao precisa de uma droga que o faca ficar concentrado, ele precisa que voce o ajude a encontrar o que esta causando esta falta de atencao e tente tratar isso.

      Voce tem varias opcoes: comecar mexendo na dieta retirando o leite de vaca, tudo que contenha acucar e depois o gluten. Ele talvez ja melhore bastante. O ideal e' tentar manter a dieta o mais caseira possivel. eu recomendo o livro da Claudia Marcelino Autismo Esperanca pela Nutricao.

      Depois disso voce tem 2 caminhos a seguir: 1. procurar um medico que trabalhe com o chamado "protocolo DAN ou biomedico", e sao poucos no Brasil, os que eu conheco sao a Dra. Simone Pires ou o Dr. Rogerio Rita em SC (mas sei que ambos viajam e atendem fora, de um google), e tentar descobrir quais sao as deficiencias nutricionais dele, que metais pesados ele tem acumulados e fazer quelacao, ou tratar proliferacao de bacterias...
      2. ou voce procura um bom homeopata, e faz um tratamento so que seja capaz de curar tudo isso de uma vez.

      Todos os tratamentos sao lentos. Todos trazem progresso de forma lenta. Imaginar que a Risperidona vai fazer o seu filho falar e deixa-lo perfeito e saudavel como os outros 'e uma ilusao. A crianca tem uma melhora aparente hoje (fica calma - porque esta dopada, nao se pode negar), mas veja que a raiz do problema nunca foi tratada e pode te dar muito mais dor de cabeca la' na frente. Ele ainda tem 2 anos e os problemas que ele tem hj podem vir a ficar mais acentuados.

      Eu gosto particularmente do homeopata unicista, que 'e aquele que da somente um remedio que engloba todos os sintomas (e nao fica dando um monte de remedios diferentes).

      Leticia, so voce pode saber o que 'e melhor para sua familia. Pesquise mais e tente decidir o que for melhor.

      Se o seu filho foi vacinado ou tomou antibioticos, desintoxica-los com a terapia CEASE pode ser uma bencao. Uma bencao que nao tem efeitos colaterais, e que ao curar, cura pra sempre, sem trazer outros problemas.

      Um abraco,
      Julie

      Excluir
  17. Julie, vc pode me indicar um homeopata em São Paulo ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da um google em Sandra Abrahao Chaim Salles, ela é homeopata unicista, excelente, nao faz CEASE.

      Excluir
  18. Julie,
    Faz uma semana que minha filha de 6 anos diagnosticada no espectro autista está tomando a risperidona (segunta tentativa, já havia tentado uma vez, sem sucesso), e, mais uma vez, não está dando certo!
    Ela, que é uma criança calma, só um pouco irritadiça às vezes, ficou agressiva e está se batendo, se auto-agredindo!
    Não sei o que fazer, realmente não acho nada sobre este efeito da risperidona mas eu estou vendo ele acontecer nela!
    Fazemos tratamento com homeopatia, ela toma Sulphur já há 2 anos e tem dado boas respostas, somente agora que ela está mais irritada, não sei bem o porquê,mas ao procurar outra neurologista, esta defendeu a risperidona e eu quis tentar de novo...
    Lendo seu blog fiquei desesperada...Sempre concordei com esse ponto d evista, e acho que é natural uma criança de 6 anos desenvolver certas características de personalidade, acho que deve estar acontecendo isso com minha filha.
    Obrigada por compartilhar todas essas informações, foram muito valiosas para mim!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o tratamento homeopatico parou de faze-la progredir, 'e porque voce precisa desintoxicar o bloqueio que as vacinas e os antibioticos causam, e impedem a homeopatia de atuar.

      Tente fazer CEASE!!! Nunca mais volte a dar este remedio inutil, quimico, malefico que 'e a Risperidona.. lute pelo futuro da sua filha, coloque-a numa alimentacao apropriada, corte gluten, laticinios, acucar, comida processa.. lute pelo futuro dela, 'e possivel, so cabe a voce!

      Excluir
  19. Parabéns o mundo precisa de mais pessoas como você, preocupadas em divulgar informações, acender e iluminar reflexões e direcionamentos, gostei! Tenho o Vitor Gabriel de 5 anos e utilizo psicotrópicos, mas em busca informações e alternativas encontrei seu texto, confesso que estou refletindo e tomarei novo passo após conversar com meu marido. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola mamae, procure um medico que trabalhe com o tratamento biomedico e tente retirar esta medicacao o mais rapido possivel, quanto mais tempo tomar, mais problemas tera no futuro, nao subestime estes remedios, eles fazem muito mal.

      Mude a vida do seu filho, retire o gluten e laticinios da vida dele, limpe a sua alimentacao, procure ajuda de um especialista que entende de autismo, e nao um neuro que NAO TEM a menor nocao do mal que esta fazendo.

      Que Deus ajude o seu filho e faca os seus papais pesquisarem mais!

      Excluir
  20. preciso saber como devo tratar sem a respiridona pois tirei por 2meses e ela ficou muito agressiva voltei novamente com a medicaçao e agora que li sobre o assunto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola mamae, tenha como objetivo retirar a medicacao no longo prazo. Se voce nao prende fazer uso da homeopatia, pelo menos alie-se a um medico que trabalha com o protocolo "biomedico" e junto com ele prepare um plano de tratamento, a sua filha NAO PRECISA de remedios, Senhor meu Deus, ilumine estes pais!!

      Excluir
  21. julie

    estou com problemas, minha filha de oito anos é autista e eu nunca aceitei dar medicamentos para ela mais essa semana a diretora da escola( especial) me procurou pedindo para entrar com medicaçao pois o comportamento dela estava impossivel,me ajuda nao sei o que fazer porque de um lado tem a escola e o pai da minha filha me pressionando a ir ao neuro pedir uma medicaçao e por outro lado eu sozinha lutando contra porque para mim a minha filhinha nao sera a minha filha com medicaçao nao quero mexer com a cabeçinha dela eu aceito ela como ela é .
    o que eu devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola mamae,

      Eu gostaria de ajuda-la mas fica dificil, so voce mesma pode ajudar a sua filha. Para ajuda-la, eu te pergunto, voce esta restringindo a dieta? Se o comportamento da sua filha esta impossivel, isto me leva a crer que ela nao esta em nenhuma dieta que restrinja pelo menos o gluten e o leite... estou certa?

      Se eu estou certa, mamae, o que eu posso dizer? Por favor, muda a alimentacao dela o mais rapido possivel, a sua filha esta sofrendo justamente por causa do que come.

      Se ela esta na dieta ha algum tempo e mesmo assim esta impossivel, eu diria que voce precisa ver o que ela precisa para trata-la. A escola nao pode mandar na sua decisao, porque a escola nao vai cuidar da sua filha o resto da vida, quem vai fazer isso vai ser voce e a sua familia.

      Portanto, a decisao so cabe a voce. Se voce entrar com medicacao, desculpe desmotiva-la mas ela vai piorar, sem sombra de duvida. Voce teria como mostrar este post meu para o seu marido?

      Ela foi vacinada? Porque voce nao tenta desintoxicar as vacinas?

      Se o seu marido jamais vai acreditar num tratamento homeopatico (o que 'e uma pena), porque voce nao a leva num medico DAN - sigla dos medicos que trabalham com o tratamento biomedico -.. voce conhece o tratamento biomedico? Ja fez uma avaliacao das deficiencias nutricionais da sua filha? Ja fez exame de fezes para saber que virus/bacterias/fungos ela tem no intestino para tentar trata-la?

      Eu nao sei bem qual 'e o tratamento que voce fez com a sua filha... portanto fica dificil para eu dizer alguma coisa. Ha medicos que fazem tratamento biomedico em SP, no RJ, e em Florianopolis, os pais estao levando os filhos nesses medicos e estao vendo muitos progressos.

      Foi-se o tempo em que o autismo era visto como uma doenca mental sem cura, gracas a Deus as coisas estao mudando totalmente no mundo e ja se sabe que o autismo 'e fruto de um sistema imunologico desequilibrado, que nao luta contra bacterias patogenicas e virus, causando inflamacoes cronicas por todo corpo principalmente cerebrais.

      Quem se cega para este fato dando remedios de psiquiatra para os filhos.... eu peco que Deus ilumine esta pobre crianca... e que Deus ilumine esta diretora que nao tem a menor nocao do que esta fazendo com seus alunos.

      Que Deus esteja com estas pobres criancas mal compreendidas e sofridas!

      um abraco e sorte,

      Julie
      PS: pesquise! pesquise! o futuro da sua filha pode melhorar, so depende de nos!

      Excluir
  22. Meu filho tem 1 semana tomando risperidon, tem fono e psicologo marcado...quero muito deixar de dar mas fico insegura...ele é diagnosticado com TDAH e estamos investigando outro problema devido ter 4 anos e falar pouco...volto na neuro em fevereiro. Gostei muito dela em relação a outras q fui...ele tomava antes neuleptil....a melhora foi significativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, neuleptil 'e um remedio usado para tratamento de pessoas com sintomas psicoticos. Psicose! Sinceramente? O seu filho nao 'e psicotico. Muito longe disso. Ele 'e um ser humano que nao tem absolutamente nenhum problema mental, esta' doente e voce precisa trata-lo.

      Esta semana saiu um artigo na revista Nature que 'e muita conceituada, sobre um estudo feito com ratos. Ao administrar uma substancia quimica que imita os efeitos de uma infeccao viral nas ratas gravidas, todos os ratos nasceram com intestino permeavel e sintomas de autismo. Os ratos apresentam uma toxina no sangue, liberada por bacterias patogenicas, em niveis 46 vezes mais altos do que o normal, o suficiente para deixar um touro zonzo.

      Isso demonstra algo que se vem provando todos os dias: os nossos filhos tem um problema gastrointestinal/imunologico muito muito serio e triste, e trata-los como psicoticos e' no minimo uma loucura. E se um medico me disser que o que o meu filho precisa 'e um remedio para psicoticos, eu so posso concluir que ele anda muito desatualizado nos avancos que estao sendo descobertos no mundo na sua especialidade, e nunca mais voltaria la.

      Desculpe a resposta meio contundente, 'e que fico com muita pena de criancas que tomam remedios e rezo para Deus para que os seus pais pesquisem, pesquisem, pesquisem, porque infelizmente, nao podemos depender dos nuerologistas. Os pais precisam entender que o que eles precisam 'e de uma medico especializado em AUTISMO, algo que so um medico DAN/biomedico 'e.

      Boa sorte na sua jornada, e do fundo do coracao, que Deus os ajude e que de tudo de melhor para o seu filhinho,
      Julie

      Excluir
    2. Este 'e o artigo: http://www.nature.com/news/bacterium-can-reverse-autism-like-behaviour-in-mice-1.14308

      Excluir
  23. Oi tenho uma criança de 7 anos que foi diagnosticado com a síndrome de asperger com 02 aninhos. Ele começou a falar aos 5 anos , ja sabe ler , não escreve e só se formou no pré , não se adaptou a uma escola regular no caso publica com muitos alunos, mandamos ele a uma particular sem sucesso também.Como todos sabem eles se apegam muito a rotina e não queria sair do antigo colégio , por fim ficou sem escola em 2013. Ele toma Risperidona e neuleptil , ele gritava muito , nunca agressivo mas tudo berrava, o Neuro que cuida dele é o mesmo desde de 02 anos de idade.Percebo que ele já se acostumou com meu filho, tem meses que nem levo ele a consulta, só vou para trocar a receita. Apesar de muito inteligente, ele deu uma parada ele é muito bebe, não condiz com a idade que tem.Faço de tudo pra ele amadurecer mas sinto que os remédios não fazem mais efeitos. Será que daria certo partir para um novo tratamento... Fora que ele aumentou demais o peso e tem a barriga bem grande, o medico diz que é por conta dos remédios , que a gente pode tratar disso mais tarde ... socorro Julie o que vc me orienta????????? desde de já agradeço :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque, voce leu meus comentarios anteriores? A resposta para as suas perguntas estao ai acima... leia meus comentarios. Boa sorte!

      Excluir
    2. Gostaria de saber onde tem tratamento homeopático em Pernambuco. Moro em Salgueiro interior

      Excluir
  24. Julie vc conheçe a Medicina Antroposófica eles só usam remédios homeopaticos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Sueli, eu nao conheco a medicina antroposofica mas gosto muito de qualquer coisa alternativa. A homeopatia unicista na minha opiniao, 'e a que realmente cura doencas cronicas. Remedios aqui e ali para tratar sintomas separadamente nao resolvem, na minha humilde opiniao!

      Um abraco,
      Julie

      Excluir
  25. Oi eu li sim Julie, mas é muita informação gostaria de saber se de fato a homeopatia, poderia me ajudar também na obesidade no controle da barriga, pq eu já nem sei mais pra onde ir , te confesso que o medo toma conta da minha vida, pq o meu filho fica longe desses relatos, de mordidas e agressividade , mas uma criança obesa também é um problema, gostaria que tivesse uma maneira, que ele entendesse um pouco mais do que ele deve ou não fazer. Ex: Ele deve ir a escola entende????? Um beijo e obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jaque, no caso de obesidade, eu comecaria mudando a alimentacao ne?

      E a homeopatia, para ajudar todo o resto. Dieta e homeopatia sao so uma parte do quebra-cabecas, na nossa viagem a gente vai procurando respostas, um dia apos o outros, com paciencia, contando os progressos.

      Sempre lutando muito.

      Um abraco,
      Julie

      Excluir
  26. Julie vc pode me indicar um bom homeopata em curitiba? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Javier Gamarra, um dos melhores homeopatas do Brasil

      Excluir
  27. Acredito que a importância está na dose, CADA CASO É UM CASO, por exemplo 0,1 ml duas vezes ao dia....por tempo determinado...há de se repensar no texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 0,1 ml 'e a quantidade a ser administrada hoje. E daqui a dois anos?

      Eu prefiro nao esperar para ver.

      Eu amo meu filho. Voce ama o seu? Faria tudo por ele? Mudaria a alimentacao da familia, levaria a terapias, tentaria tudo o que houvesse de alternativo para tentar recupera-lo antes de dar remedio alopatico?

      Eu vou ao fim do mundo por ele. Nem tudo mundo faz o mesmo pelos proprios filhos o que 'e uma pena. E nao 'e uma questao de se confiar num profissional (medico) ou nao: 'e voce arregacar as mangas e procurar informacoes, porque elas esta por ai, na internet aos montes.

      Boa sorte na sua caminhada.

      Excluir
  28. Tenho filho autista 4 anos. Preciso que passe mais informações sobre o tratamento homeopatico.
    Janillelins@hotmail.com aguardo retorno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janille, o blog contem toda a informacao que voce precisa, ou quase!

      Um abraco,
      Julie

      Excluir
  29. Bom dia Julie.
    Obrigado pelo teu post porque tirou de vez a dúvida que eu estava em dar o respiridona pro meu filho que tem 4 ano em meio e é autista leve, ele fica muito nervoso quando não consegue algo que quer no momento e começa a gritar muito e isso está me deixando muitas vezes sem saber como agir com ele, mas definitivamente não vou optar em dar remédios pra ele, por que até aqui ele não toma nada, quero também saber mais sobre o tratamento com homeopatia e a dieta alimentar dele que já ouvi que ajuda muito a criança com esse diagnóstico, moro em Curitiba/pr se puder me indicar algum homeopata daqui...Obrigadão pelas tuas informações valiosas para nós mães de crianças especias....abração..Dilza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola mamae Dilza, o melhor homeopata do pais, Dr. Javier Gamarra 'e de Curitiba. Eu nao pensaria duas vezes em que caminho seguir.

      A homeopatia 'e uma parte do quebra-cabecas, ne? Eu pessoamente gosto de tentar todas as terapias alternativas, antes de dar um veneno como a risperidona.

      Tentar identificar o que na alimentacao que possa estar causando este tipo de comportamento vai ajuda-lo muito tambem.

      Boa sorte,
      Julie

      Excluir
  30. Meu filho está em processo de avaliação, não sabemos o que ele tem ainda. O Neuro acha que ele tem síndrome de asperger e TDAH. E na primeira consulta receitou risperidona 0,5 mg. 1ml/12 /12horas. Achei muito cedo estar dando algo. o problema dele é que na escola ele não acompanha, mais se for bem direcionado e acompanhado ele tem bom rendimento. Adorei seu blog e gostaria de saber mais sobre outras alternativas de profissionais para essa avaliação e tratamentos.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julia,

      O psiquiatra que criou o TDAH, que o catalogou como doenca, recentemente reconhece que criou uma doenca ficticia

      http://compromissoconsciente.blogspot.co.uk/2013/06/tdah-e-doenca-ficticia-diz-o-psiquiatra.html

      Eu penso que tentar ajudar o nossos filhos com terapias alternativas e comportamentais, uma alimentacao saudavel, vai faze-los progredir demais sem uso de venenos.

      Boa sorte,
      Julie

      Excluir
  31. Olá, gostaria de relatar minha experiencia com o dr. Gamarra, de Curitiba: consultamos com ele, primeiramente nem olhou na nossa cara e tampouco no nosso filho. fez perguntas somente para a minha mulher, só sobre a gestação. depois de uma hora de questionario, receitou BELADONNA... conclusão que pagamos 600 reais numa consulta e qualquer homeopata "menos" famoso receita essa planta... enfim acho que não vale a pena gastar tanto e não ver nenhum resultado prático. #ficaadica

    ResponderExcluir
  32. Ola Anonimo,

    Nao vejo nenhum fundamento no seu comentario. Fica a criterio do homeopata tentar descobrir as informacoes que ele necessita para encontrar o remedio certo. Se ele achou por bem, obter esta informacao da sua esposa acho muito valido.

    O fato de ele receitar Beladonna nao diminui em absoluto o seu merito como homeopata. Ele podia ter receitado qualquer outro remedio, se ele receitou Beladonna 'e porque ele entendeu que se encaixa com o problema do seu filho.

    Se o remedio trouxer progresso, voce provavelmente mudara de opiniao nao 'e?

    Se nao trouxer progressos, o Dr. Javier nao sera o primeiro homeopata que nao acertou o remedio na primeira tentativa, isso acontece muito, com os homeopatas mais conceituados do mundo.

    Vejo que voce conhecer muito pouco sobre homeopatia, aconselho a ler mais sobre o assunto antes de optar pelo tratamento.

    Muita sorte na sua jornada,
    Julie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia! Eu como mãe de autista não procuro em um profissional carinho e abraços, quero competência e que me ajude a resolver os meus problema.
      Att,

      Excluir
  33. Olá! Me interessei em ler seu post porque tenho um filho de 17 anos que nasceu com sequela de paralisia cerebral. Quando pequeno, era muito espástico e isso dificultava muito a fisioterapia. Começou tomando Diazepan para promover um relaxamento para tornar mais efetivo o resultado dos atendimentos fisioterápicos. Mesmo assim apresentava uma agressividade bastante exacerbada com outras pessoas e com ele mesmo. Tentamos vários medicamentos que não trouxeram resultados satisfatórios. Até o dia que a neurologista receitou a Risperidona como mais uma tentativa de diminuir a agressividade e a ansiedade dele porque aconteceram alguns episódios bem desagradáveis envolvendo outras crianças da escola que frequentava. Nessa época ele tinha 6 anos e toma esse medicamento até hoje. Tentei também homeopatia mas não surtiu muito efeito. Hoje ele frequenta a APAE e está super adaptado com os colegas, professores, funcionários e terapeutas. Não tenho o que falar deste medicamento, pois meu filho teve a vida completamente mudada depois da Risperidona. Ele não é autista mas gostaria de saber mais a respeito do uso deste medicamento em não autistas. Ele já utilizou Haldol, Levosine, Liorezal que não surtiram o efeito desejado.

    ResponderExcluir
  34. Ola mamae,

    Sinto que o seu filho tenha sequela de paralisia cerebral. Eu nao conheco paralisia cerebral, mas como imagino que as sequelas sao permanentes, eu posso imaginar que um tipo de medicacao calmante ajude.

    Mas no autismo nao ha problema mental, a crianca tem acumulo de metais pesados, deficiencias nutricionais, sistema imonologico comprometido e intestino permeavel. Um medicamento como este para este tipo de paciente, e' uma bomba.

    Um abraco,
    Julie

    ResponderExcluir
  35. Meu filho com Síndrome de Down nunca teve convulsão e a neuro disse que a Risperidona também é um anticonvulsivo e que usá-la vai impedir que ele tenha uma convulsão no futuro. Eu estou com muita vontade de tirar cortar este medicamento. Será que isso o fará ter convulsões?

    ResponderExcluir
  36. Tenho um filho autista de 11 anos, e não trato ele com Risperidona, ele usa para minimizar os sintomas do autismo, e diferente do que diz o texto, os movimentos repetitivos e a histeria só acontecem quando ele fica sem o medicamento.
    Todavia, acho útil questionarmos a eficácia, mas também devemos entender que o autismo ainda é um mistério para a ciência. Não podemos exigir de nossos médicos neurologistas que façam milagres, eles tentam, e até onde sei, os risperidona é o único que ajuda um pouco a criança não sofrer com a síndrome.
    Ao mesmo tempo que informa, acho lamentável indicar homeopatia, que é tão ineficaz quanto drogas psicotrópicas.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Homeopatia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiago, que pena que o seu filho tem um pai que pesquisa pouco e acredita em tudo o que os medicos dizem.

      Vou rezar por ele, para que Deus te ajude a ser forte e pesquisar, porque o problema do seu filho tem explicacao sim, voce 'e que nao a conhece, pelo que eu estou notando...

      Excluir
  37. oi julie meu filho com asperger de 6 anos o neuro mandou dar risperidona,, mas eu nao estou dando,, comecei ha um mes e meio tratamento homeopatico,, mas por enquanto ele nao melhorou, alias piorou os sintomas,, mas continuo na esperança de dar certo,, mas nao sei quanto tempo essa homeopatia vaid ar resultado.

    ResponderExcluir
  38. Nossa fiquei assustada agora, pois meu filho toma risperidona a 5 anos, desde quando eu descobri em um exame de DNA que ele tem x-frágil, é um tipo de atismo leve, quando eu descobri ele tinha 11 anos, hoje tem 16, sempre gostei da risperidona, mais ultimamente esta ficando agressivo e eu aumentei a dose, parece que piorou, e ele nunca teve convulsões nem crises, mais anda com insônia, dormindo muito pouco, estou assustada , moro em Dourados-MS, gostaria de tratar com homeopatia, mais não sei nada sobre isso, estou assustada, meu filho é muito dócil, nunca foi agressivo, o que faço pelo amor de Deus, mandei um e-mail p/ o medico dele em São Paulo, estou aguardando.......

    ResponderExcluir
  39. olá julie...tenho um filho de 9 anos,ele toma Risperidona há 2 anos...fiquei aterrorizada!
    ele engordou mto,fica sufocado ao dormir,entre outros...estou tirando aos poucos,pois sem tomar ele ñ dorme! sou leiga a respeito de homeopatia,e creio q. uma dieta nesse momento vai deixa-lo mto mais agressivo,já tentei de tudo e ñ vejo progressos, estou desesperada, pois ele está crescendo mto rápido, e estou sem controle, principalmente na escola(particular),sou de Mossoró RN, e aqui qualquer tipo de tratamento é mto difícil! mais de uma coisa tenho certeza depois de ler seu post, veneno ele ñ toma mais!!! obg.

    ResponderExcluir
  40. Pra mim foi importantíssimo ler este post. Meu filho tem 3 anos e a neuro acaba de receitar este medicamento. Eu confesso que estava contrariada com a idéia de medicá-lo, até perdi a primeira receita como que um aviso para não dar o medicamento... Eu cheguei a dizer pro pai dele não comprar, mas ele foi e comprou logo 2 caixas. Faz uns 3 dias que estou tentando dar sem sucesso, ora ele cospe, ora devolve a comida, estou tendo muitas dificuldades para ministrá-lo. Mas depois deste post, já sei o que fazer: vou dispensar todos os comprimidos aos poucos e fingir que estou dando pra agradar o pai, e vou trocar de neuro, até encontrar uma que não dê psicotrópicos. Muito obrigada.

    ResponderExcluir
  41. Julie, agradeço imensamente sua iniciativa e coragem em desmascarar a falácia deste medicamento. Quero chamar a atenção para algo que me saltou aos olhos quando li a bula do medicamento: lá só fala em esquizofrenia, demência, mas em local algum há a palavra autismo, autista, Por que será? Parece lógico que, se tivesse alguma evidência de que este medicamento fosse eficaz para autistas, constaria na bula. Se nossos filhos tiverem algum problema com o medicamento, e quisermos processar o fabricante, ele simplesmente mandará você processar o médico, pois o medicamento não é expressamente indicado para autismo.
    Leila.

    ResponderExcluir
  42. OTIMO SEU COMENTARIO TENHO UM FILHO AUTISTA COM SEIS ANINHOS NUNCA DEIXEI QUE TOMASSE ALGUM TIPO DE REMEDIO APESAR DA NEUROPEDIATRA TER RECEITADO TAL REMEDIO RISPIRIDONA O REMEDIO QUE TODO DIA ELE TOMA É UMA GRADE DOSE DE AMOR PACIENCIA MASSAGENS NOS SEUS PEZINHOS ABRAÇOS...
    OBRIGADA

    ResponderExcluir
  43. Juli o meu filho já tomou haldol,dogmatil, neuleptil,e foi um desastre, ai outra médica receitou ritalina e depake, pois nos exames deu uma epilepsia leve, como e neuro que ele passou disse que por ele ele não precisaria desse remédio a psiquiatra disse que teria que dar, a ritalina acabava com ele ficava agressivo, eu por conta e risco tirei tudo hoje ele não toma nada, foi a melhor coisas que fiz, tem dificuldade de aprendizagem é agitado, mais lendo o seu texto vou tentar a homeopatia, pois acho menos agressivo,obrigado pela informação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisa mexer na alimentação, cortar açúcar e comida processada. Comida SO CASEIRA! Sem isso, homeopatia não faz milagre

      Excluir
  44. Meu filho tem 11 anos. Foi diagnosticado aos 9. O primeiro psiquiatra passou a respiridona e ele fez uso por 3 meses. Depois fui a outro que cortou o medicamento. Segundo ele o remédio não ajudaria em nada, mas sim terapia, ocupação do seu tempo com atividades coletivas e posso dizer, meu filho está muito bem!

    ResponderExcluir
  45. Nossa fiquei apavorada com tudo que li meu filho esta tomando este medicamento a 6 meses mas,o medico só receitou pq ele não dorme anoite mas agora com tudo que li jamais darei novamente esta droga que pode acabar com meu filho que só tem 5 aninhos que e tudo pra mim minha vida muito minha razão de viver muito obrigada por ter aberto meus olhos sobre esse remedio risperidona...

    ResponderExcluir
  46. Julie, meu nome é Márcia, sou mãe de uma riança portadora da sindrome do asperguer, te escrevo de Mg. Eu nunca li um artigo tão bom,e olha que estudo muito sobre autismo. Na minha opinião as mães deveriam procurar uma ajuda de um profissional, seja coach ou psicólogo. no meu caso o que me ajudou demais a mim e ao meu filho foi o coaching, tanto que me tornei coach para ajudar as outras mães, jamais dei remédio para meu filho, temos que ter paciência, muito amor e respeitar o tempo deles para fala, tirar frauda,melhorar a concentração e etc

    ResponderExcluir
  47. Olá..poderia me indicar um homeopata em Maringá? Tenho um filho autista de 14 anos. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.cease-therapy.com/make-appointment/practitioner//marciacristinammartins

      Excluir
  48. Quanto tempo demora para eliminar o medicamento do organismo. utilizei e fiquei toda dura sem condições de moviemtno. a medica suspendeu quanto tempo ainda ele age quando corta o uso

    ResponderExcluir
  49. gostaria de agradecer as orientações. Gostaria indicações para tratamento no rj capital. Obrigada!

    ResponderExcluir
  50. risperidona e uso infantil ?

    ResponderExcluir
  51. Achei muito interessante a abordagem. Trata-se de uma decisão dificil, pois quem convive com o autista das dificuldades de lidar com criança, imagina quando se tornarem adultos. Eu ainda nao consegui ler todos os comentarios,mas pretendo fazê-lo. Agora, quando pais, procuram o neuro, e descobrem o autismo, na maioria dos casos, eles já são agressivos.Ou seja, isso realmente incomoda e tira o sono da familia. Quando a criança não fala, então..não entende qualquer restrição feita a ela, nem o motivo de um não. O que fazer então? estou procurando para pesquisa, outros tratamentos para o autismo, eficazes.Eu sou leiga, não entendo de muita coisa, apenas pesquiso e continuarei fazendo para ajudar minha amiga-irmã que tem um filho autista.Eu apenas posso dizer sobre o meu filho que ja tratou casos de alergia, e outros com homeopatia e que pra mim nao valeram de nada,alem de tempo e dinheiro perdido. Quando eu tenho uma gripe por exemplo eu quero curá-la rapidamente. E no caso do autismo não se conhece cura até o momento.Vou pesquisar agora sobre esse tratamento Cease...vc sugere algum outro tratamento para indicar aos pais e para questionar ao neuro-pediatra?? obrigada

    ResponderExcluir
  52. Oi meu filho tem 3 anos e tomou esse remédio Risperodona pela primeira vez esse mês no primeiro dia, as professoras da creche disseram que ele ficou menos agressivo e deixou eles tocarem nele porem eu notei que ele esta começando a ficar irritado com muito facilidade ao me ouvir falar e apesar de dormir a noite toda ele fica sufocando como se estivesse gripado ou com o nariz tampado será o remédio? agora que li o artigo vou mudar a alimentação e procurar o tratamento, você poderia me indicar um homeopata aqui em Londrina- PR ? percebemos o Autismo mas não sabemos como fazer para ele aprender a falar que tem sido nosso maior dilema! por favor me de uma orientação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.cease-therapy.com/make-appointment/practitioner//marciacristinammartins

      Excluir
    2. Olá . Gostaria de saber como está seu filho hj. Tenho um menino q acabou de fazer 4 anos e foi diagnósticado com autismo. Ele é um pouco agitado. E começou a tomar respiridona essa semana. Não sei como prosseguir. Pois tudo ainda é muito novo. Julie gostaria da sua opinião também. Meu filho fala muito pouco e faz fono desde 2 anos com muita melhora sem medicamentos até essa semana. Q veio o diagnóstico. Qto a dieta a neuro nem tocou no assunto. Meu filho não aceita qualquer comida. Só gosta de sopas sem nada. Pão com requeijão e adora leite. Tenho medo de tirar e ficar com fome. Pois já é magro e a pouca alimentação sempre nos preocupou.

      Excluir
  53. Olá eu também sou mãe de um autista de 3 anos agora, mas foi sinalizado somente este ano em janeiro. Sou brasileirem, mas resido nos Açores- Portugal. Quando o eu filho foi sinalizado com o Perturbação do Espectro Autista nisvel 3 grave e Perturbação no Atraso do Desenvolvimento Intelectual moderado, o Neuropediatra logo passou a Risperidona. João Pedro tem perturbação do sono, porem ele acorda de madrugada sem sono, por isso, ele toma o Melamil a noite e a Risperidona pela manha. Hoje eu resolvi tirar a Risperidona e ver como ele se porta. Ate agora pude observar que ele esta muito perdido, olhando para as suas mãos sem parar e repetitivo como nunca. Será que realmente a Risperidona o ajuda a ter açoes normais? Pois ontem com a terapeuta ocupacional, ela falou que talvez o nível que deram para ele estaria equivocado. Foi por isso que resolvi parar de dar a Risperidona e ver como ele reagia. Será que fiz certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Christine, tudo bem? Eu nao sei se entendi sua pergunta. Mas se voce esta querendo saber se deve parar com a Risperidona ou nao, eu diria que eu jamais daria Risperidona para o meu filho ou Melamil, ou qualquer outro medicamento. Porque o meu filho - acho que o seu tem o mesmo problema que o meu - nao tem um problema mental. O que ele tem 'e acumulo de metais pesados, infeccoes cronicas, intestino que nao funciona mal e falta de nutrientes. Como voce pode imaginar, nao vai ser dando risperidona que voce vai corrigir nenhum desses problemas... vai?

      Boa sorte,
      Julie

      Excluir
    2. intestino que funciona mal

      Excluir
    3. Muito bom o seu relato!

      Tenho uma filha 6 anos autista... Faço a dieta SGSC, trato com homeopatia e etc... Tudo o que vc falou eu faço e fiz com a minha filha,ela esta muito bem.


      Mas vamos a realidade, sabemos que é caro $ esse lado que seguimos. Muitos pais de autistas não conseguem nem uma consulta com um neuro pelo SUS imagina um tratamento desses.

      Então, muitos não tem saída e recorrem ao Risperidona...

      Temos é que torcer para,que descubram a cura para que todos se beneficiem.

      Excluir
  54. Boa noite,tenho uma filha, hj com 13 anos, que tem uma sind.genética rara -deleção do braço curto do cromossomo 18 ou 18p-.Aos 04 meses foi tomar a dose da tríplice e convulsionou.Dali até os 02 anos ,quando iniciamos a dieta cetogênica,foram inúmeras internações por convulsionar sem parar .Ficou curada da epilepsia de dificil controle ,graças a Deus,e à dieta.Sua síndrome traz características de comportamento autístico,e a neuro entrou com Risperdal há 02 anos.Melhorou um pouco ,mas ainda tem os rompantes de agressividade.Já toma leite sem lactose pois o leite comum a deixava com a barriga estufada .A troca foi benéfica.Será que ainda tenho tempo de mudar tudo isso? Apesar da sínd.genética,acredito muito que ela tem muito potencial de crescer feliz,calma sem precisar de tanta "porcaria".Obrigada por ajudar! Rosana,mãe da Lívia de Juiz de Fora -MG

    ResponderExcluir
  55. Julie, digo que a todos que meu filho usou Risperidona e agora é outra criança. Estou tratando com Dr Javier Gamarra que faz muita pergunta sim sobre a gestação e tudo o mais. E posso falar que meu filho JAMAIS teve o resultado que vem obtendo com a homeopatia, tomava Risperidona ficava dopado e relutava contra a medicação se debatia de forma triste, realmente deixando claro que aquela medicação fazia muito mal para ele. Já estamos a 4 semanas e ele só vem melhorando com um todo, das crises, da socialização precária e tudo o mais. Até a parte respiratória dele que era muito sensível melhorou demais. Dr Gamarra com suas fórmulas o tirou de um quadro acentuado de bronquite asmática que antigamente nos levaria para o hospital. Além da atenção que dispensa aos pacientes. Eu não paguei R$ 600 reais e já estive aqui falando dos valores abusivos dos tratamentos alternativos no Brasil. Fiz consulta no ambulatório e somos tão bem atendidos e acompanhados com quem vai no consultório. Aconselho a esses pais que leiam mais e que não sacrifiquem seus filhos por terem EGOS maiores que o amor, verdadeira essência que cura qualquer situação. Tive 5 diagnósticos de Autismo do meu filho e se vocês o virem hoje, mesmo quem é leigo não irão dizer que o é. Humildade, serenidade e abertura, pois não somos donos da verdade, as situações impostas pela vida deveriam nos servir de ensinamento e não de revolta. Nada acontece por acaso e se persiste será que o problema é do outro ou nosso??? É mais fácil achar "culpados" lá fora... ao invés de olharmos para nós. Quem ama, abra mão do EGO e luta por amor. Cresce, se desenvolve e aprende junto com os filhos. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim. Inscreva-se no ambulatório, que é a formação de médicos, e terá o tratamento homeopático mais conceituado do Brasil gratuitamente. Terás na sala uns quinze médicos te ouvindo, mas estarás em boas mãos. Dr.Gamarra fone (41)33386316 (ambulatório-formação) ou particular (41)33386006

      Excluir
    2. sobre ser caro, eu dou meu depoimento: não acho que seja cara uma consulta particular de R$ 600,00 com um médico estudioso cientista, e principalmente HOMEOPATA, que te cobrará sim esses R$ 600,00 mas que se debruçará sobre tuas particularidades por tres horas de consulta, e que durante todo o decorrer de um ano inteiro nada te cobrará a mais para te adaptar teu '''similimum''' na potencia nova a cada telefonema em que raramente voce gripar. Voce não adoecerá facilmente, estará mais lúcido e vivaz, e principalmente o remédio homeopático te custará R$ 12,00 no máximo, enquanto numa farmácia comum facilmente se deixam os R$ 600,00 que voce deixou no médico íntegro... Sou paciente de homeopatia há 14 anos, e há este tempo todo nenhum remédico alopático me feriu mais meu organismo!

      Excluir
  56. Olá meu nome é Fabio tenho uma filha com 3 anos diagnosticada com autismo leve sendo seu principal problema a falta de foco e não falar, estou pensando em ir no Dr. Javier Gamarra pois moro em Curitiba, alguém teve boa experiência de tratamento homeopático com esse profissional? Reparei 2 pessoas uma elogiando outra criticando....

    Agradeço a autora do blog pois ele é bem informativo e nos esclareceu muitas duvidas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Fabio, uma mae escreveu dizendo que ele atende num ambulatorio e cobra muito menos... ele 'e sem duvida uma dos melhores homeopatas do Brasil, o problema 'e que ele 'e careiro.. mas se voce achar o ambulatorio... Boa sorte!

      Excluir
    2. EU!!! Também sou de Curitiba, que felicidade termos aqui no bairro Bom Retiro nosso Cientista Dr.Gamarra! Meu filho com autismo Amon hoje tem 24 anos, trata-se com Dr.Roberto Pinotti, da equipe do Gamarra, desde seus 12 anos. Eu disse TRATA-SE e não maquila sintomas. Tendo iniciado homeopatia aos doze, passou a significar mais a fala, a estar mais presente, mudou a fisionomia, ''aterrisou'' enfim!!! Na adolescencia entretanto aguentei muita perda de controle dele, exaustivamente o Dr.Pinotti me socorreu, (o considero um segundo PAI, me apoio muito nele) Aos 22 anos, de comum acordo com o Dr. Pinotti, acabamos por introduzir baixa dosagem de alopáticos, que suspenderam os sintomas da agressividade e com dois anos de uso nos deram uma folga desses comportamentos, isso depois de ''zerar'' toda a homeopatia no Amon e retentar por diversos caminhos infinitas vezes. Não te digo que será fácil, mas SIM é um caminho mais acertivo do que entrar na alopatia desde pequeno, Os filhos das minhas amigas, agora que estão adultos e prescindiam de um recurso mais incisivo, estão tão intoxicados e tão perdidos no que deveriam ser como indivíduos, que com muita dó eu diria ''que mesmo já não existam mais'' pois se perderam comandados anos a fio por substancias muito opressoras.
      Deixo o telefone da equipe do Dr.Gamarra (41)33386006 e do Dr.Pinotti (41)36722518

      Excluir
  57. Olá Juli, hj vc está sendo minha luz no fundo do túnel, tenho um filho de 9 anos e tem o diagnóstico de autismo e retardo mental, ele fala bastante palavras compreende muito bem nos lugares se comporta só q na escola ele está muito agressivo o comportamento dele a cada dia está pior, a neuro receitou risperidona e amato, meu filho dorme muito bem mas no dia seguinte continua super agitado e se irrita fácil, se auto aa do gride, e quando é contrariado ele agride os coleguinhas e as professoras, ñ sei mais como lidar, ele está muito pesado, engordando cada vez mais e levo na neuro e ela só aumenta a dose do remedio mas o menino continua do mesmo jeito, estou desesperada e muito triste de ver a situação q meu filho s encontra, estou d pés e mãos atadas sem saber qual rumo tomar! Sou de Paulo Afonso - Bahia. Me indique um bom homeopata pra resolver o problema do meu filho. Grata! Hêyde Email: heydepires6@hotmail.com

    ResponderExcluir
  58. por favor tem remedio da homeopatia para autista hiperativo desturbio comportamental e com esquizofrenia me ajudem meu filho esta muito agrecivo nao fala e repetitivo e agora apresentou uma audiçao que esta pegando barulho longe e meu anjo usa cadeira de conteçao .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola mamae,
      Leia outros posts aqui do blog,
      Retire o gluten e os laticinios o mais rapido possivel,
      Nao de mais antibioticos,
      Entre nos grupos no facebook Autismo Esperanca Brasil e Tratamentos Naturais para o Autismo.

      Voce pode melhorar muito a vida do seu filho

      Excluir
  59. ola tenho um filho de 6 anos e o neuro passou risperidona p ele so q estou com medo de dar p ele mesmo fazendo manipulado acho muito forte.ele simplesmente e muito hiperativo,mas o remedio que o medico tinha passado tava deixando ele triste acamhadoqueria ficar sozinho no quarto.acho que vou dar so a fluoxetina,o q acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola mamae,
      Leia outros posts aqui do blog,
      Retire o gluten e os laticinios o mais rapido possivel,
      Nao de mais antibioticos,
      Entre nos grupos no facebook Autismo Esperanca Brasil e Tratamentos Naturais para o Autismo.

      Voce pode melhorar muito a vida do seu filho

      Excluir
  60. boa noite, também estou no mesmo dilema, meu filho tem deficit de atenção, é ancioso e um pouco nervoso, Toma rispiridona ha 7 meses. Esteve melhor, mas ultimamente deu uma recaída, está engordando demais e não deixa fazer o exame de sangue, dorme demais pela manhã, parece dopado, quero tirar imediatamente este remedio, como faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola mamae,
      Leia outros posts aqui do blog,
      Procure um homeopata que faca CEASE no Brasil
      Retire o gluten e os laticinios o mais rapido possivel,
      Nao de mais antibioticos,
      Entre nos grupos no facebook Autismo Esperanca Brasil e Tratamentos Naturais para o Autismo.

      Voce pode melhorar muito a vida do seu filho

      Excluir
  61. Esse rispiridona é droga da pesada pois eu sou tímido tenho suspeita de asperger mas não é certeza sou meio irritado com temperamento forte as vez, e quando eu tomava essa bagaça, me causava vários prejuízos me causava falha de memoria dificuldade de raciocínio e concentração, baixo apetite me deixava mais tímido do que eu era tinha dificuldade para falar e se expressar, e agora faz uma semana que parei de tomar dai agora tou conseguindo falar mais fluente minha mente ta mais ampla tou conseguindo pensar melhor e tal mas as vez eu sinto ansiedade nervosismo mas é melhor assim do que ficar burro tomando esse negócio

    ResponderExcluir
  62. MEU FILHO TEM 4 ANOS, AUTISTA, TEM ATRASO DA FALA E A NEURO PASSOU RISPERIDON e NEULEPTIL 1%. TEM QUASE 1 ANO E ACHO QUE TEVE ALGUMA MELHORA, MAS ULTIMAMENTE ELE ESTÁ MUITO NERVOSO, INQUIETO, BATENDO DEMAIS EM TODO MUNDO, EMOTIVO, ESTOU SEM SABER LIDAR COM ELE. ME AJUDEM. TO PENSANDO EM TIRAR MESMO ESSES REMEDIOS, LI ATÉ SOBRE DIETAS CETOGENICAS, DOSES HOMEOPATICAS DE TOXINA ( ME PARESE), EXAMES DE METAIS PESADOS. POR FAVOR, SE PUDER ME DAR UMA LUZ, ME DÊ ALGUMAS ORIENTAÇÕES, A QUEM DEVO PROCURAR AJUDA MÉDICA, MODELOS DE DIETAS, ENFIM, SE PUDEREM ME AJUDEM, OBRIGADA,

    ResponderExcluir
  63. Boa noite. Acabei de ler esta publicação sobre dar ou não esse tipo de medicamento.
    Confesso que estou muito aflita, pois meu filho tem 1 ano e nove meses, foi diagnosticado com autismo leve e começou a tomar o neuliptil, faz uma semana. Começou com 1 gota por três dia e foi aumentando uma gota a cada 3 dias. Ainda não vi muitos resultados, apenas que consegui dormir essas 2 últimas noites. Há alguns meses a neuro receitou o respiridona,dei por uma semana e parei, fiquei com muito receio dos futuros efeitos colaterais. Mudei de neuro, e esta receitou o neuliptil.
    Tenho muito medo de tais medicamentos, exatamente pelo fato de não sabermos como será no futuro e, claro, por ser um remédio que causa dependência e uma série de outros efeitos colaterais que não se conhece.
    Enfim, não sei o que devo fazer. Mas não me sinto em paz em dar esse medicamento para ele..
    Alguém, com filho autista, trata com homeopatia e tem tido resultados no sono e comportamento da criança? Por favor,preciso trocar experiências.Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra, entre no grupo Tratamentos Naturais para o Autismo no facebook, la voce vai poder trocar experiencias com centenas de pais e maes como voce, que deixaram os remedios, adotaram dietas saudaveis, utilizaram homeopatia e estao vendo resultados promissores.

      Boa sorte!
      Julie

      Excluir
  64. Tenho dois filhos autistas, um tem quase 4 anos e outro tem 2. O mais velho vem se desenvolvendo muito bem, tinha todos os sintomas clássicos e hoje tem poucos, conversa, interage, etc. O caçula me preocupa mais por ser muito agitado, passar o dia correndo em circulos gritando ou dando gargalhadas (nervosas, forçadas), ser agressivo (me bate, puxa os cabelos, morde e também bate na propria cabeça), nao tentar falar e chorar muito.
    Não gosto da idéia de medicar meus filhos, inicei a dieta SGSC com os dois, percebi uma melhora no mais velho na concentraçao, na fala e o mais novo passou a fazer contato visual e falar algumas palavras. A retirada do gluten e caseína fez milagres por eles.
    Mas, principalmente no caçula, eu gostaria de fazer exames para detectar os problemas que vc citou, dos metais pesados, intestinais, alergias alimentares. São feitos no Brasil? Como faço?
    Desde já agradeço!

    Evelin Carvalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evelin... Entra nesse link

      http://www.annaramalho.com.br/news/blogs/daniele-barbosa/13567-autismo-como-uma-mae-melhorou-a-vida-do-seu-filho-pela-alimentacao.html

      https://m.facebook.com/AutismoEsperancaPelaNutricao

      http://universoautismo.blogspot.com.br/2013/05/acabei-de-receber-os-resultados-dos.html?m=1

      Excluir
  65. Fico deseperada cada vez que leio um post desse, pois gostaria muito de ter condiçoes de passar meu filho com homeopata, fazer tratamentos biomédicos, dietas enfim, tudo certinho e o mais natural possível, mas infelizmente, isso é só pra quem tem dinheiro, uma consulta com um homeopata é um absurdo, com um médico DAN então nem se fala! E o que sobra para o tratamento de quem é assalariado é aceitar essas porcarias pra tentar melhorar um pouco a qualidade de vida de nossos filhos! Infelizmente quando se fala em dinheiro estão todos querendo levar o seu!

    ResponderExcluir
  66. oi julie, estou acompanhando suas orientações, estou gostando. minha filha com 12 anos teve um surto psicótico que durou uma semana, fiquei desesperado, procurei o psiquiatra e ele receitou haldol, e soníferos depois ela voltou ao normal só que o médico continuou com a medicação , porém os efeitos colaterais foram horríveis, minha filha ficou parecendo um robô, tava até babando. levei em outro psiquiatra e este medicou o risperidona e disse que ela teria que tomar a vida toda, é muita tristeza, até o olhar da minha filha mudou perdeu o brilho, tomou quase um ano. por minha conta e risco tirei o medicamento faz um mês, estou dando pra ela um remédio manipulado a base de maracujá. entreguei na mão de Deus, estou dando muito carinho e atenção. o olhar dela já voltou ao normal , hoje tem brilho e ela sorri. será que vai ter alguma consequência eu ter tirado o medicamento , será que ela vai surtar novamente? obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha muitas formas de ajudar. Leia meus outros posts, principalmente sobre alimentacao. Torne a alimentacao a mais saudavel possivel sem alimentos industrializados. Tente retirar o gluten e o laticinio, pode provocar muita mudanca. Mesmo que nada mude, eu manteria, como mantenho, a crianca sem gluten e sem laticinio, porque os alimentos como gluten como pao de supermercado, bolachas e macarrao nao servem para nada e nao tem nenhum valor nutricional. Procure respostas... um bom homeopata CEASE que faca desintoxicacao de vacinas e antibioticos. Depois um bom medico que trabalhe com tratamento ortomolecular para verificar deficiencias nutricionais. Va cuidando de cada sintoma aos poucos. Entre no grupo Autismo Esperanca Brasil e TRatamentos Naturais para o Autismo no facebook, ha muita informacao la e aqui o blog. Boa sorte!

      Excluir
  67. Olá Julie sou de SP meu filho foi diagnosticado a 1 mês com autismo, ele tem 7 anos o sintomas são muito leves. Mas o médico passou risperidona 1mg as reações foi péssimas agora ele RI o tempo todo sem motivos. Por favor VC conhece algum médico aqui em SP homeopata que atende autismo. Obgd.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto 'e sinal de fungos. Ha muitas formas de ajudar. Leia meus outros posts, principalmente sobre alimentacao. Torne a alimentacao a mais saudavel possivel sem alimentos industrializados. Tente retirar o gluten e o laticinio, pode provocar muita mudanca. Mesmo que nada mude, eu manteria, como mantenho, a crianca sem gluten e sem laticinio, porque os alimentos como gluten como pao de supermercado, bolachas e macarrao nao servem para nada e nao tem nenhum valor nutricional. Procure respostas... um bom homeopata CEASE que faca desintoxicacao de vacinas e antibioticos (nao ha em Sao Paulo). Depois um bom medico que trabalhe com tratamento ortomolecular para verificar deficiencias nutricionais. Va cuidando de cada sintoma aos poucos. Entre no grupo Autismo Esperanca Brasil e Tratamentos Naturais para o Autismo no facebook, ha muita informacao la e aqui o blog. Boa sorte!

      Excluir
  68. Tenho 17 anos e fui diagnosticado com TDAH quando era muito novo. Há mais ou menos 5 anos fui "diagnosticado" com Síndrome de Asperger, "coincidentemente" na mesma época em que minha mãe estava fascinada no assunto(estão entre aspas pois nunca acreditei, meus pais me levaram em vários médicos até algum concordar com eles). Então comecei a tomar a risperidona. Já não tenho um bom histórico com remédios, mas este foi o pior. Comecei a dormir muito cedo (10 minutos depois de tomar o remedio), bem como em praticamente todas as aulas. No início do segundo ano do ensino médio, minha mãe percebeu que aquilo era desgastante para mim e também que eu estava tomando o remédio muito tempo a mais do que me foi receitado. Então eu finalmente parei de toma-lo, mas já não havia mais volta. Eu continuei tendo sono durante as aulas, apesar de não dormir tão cedo à noite. E foi assim até que não consegui me sustentar na escola e repeti de ano. Até hoje, dois anos depois, no terceiro ano, em algumas fases dos anos tenho crises de sono durante as aulas e não sei como solucionar isso. Sua matéria com certeza me esclareceu muito sobre este assunto e espero que seja muito útil. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, agradeco muito que voce tenha compartilhado sua experiencia. Sinto muito que voce tenha passado por isso e continue passando. Tente encontrar um homeopata que faca terapia CEASE no BRasil e tente desintoxicar a risperidona, 'e possivel. Voce vai tomar risperidona em formato homeopatico. Isto deve, em teoria, remover as lesoes causadas pela risperidona. As desintoxicacoes realmente funcionam. Procure mais informacoes para melhorar a sua qualidade de vida. Retirar o gluten pode fazer muita diferenca. Leia o livro Autismo Esperanca pela nutricao da Claudia Marcelino! Um abraco

      Excluir
  69. Ola! Tenho um filho de 3 anos e 9 meses a 3 meses ele faz uso do risperidona 1 mg. Percebi uma grande melhora na parte da fala , e da concentração , mais ele anda bem agitado e um pouco agressivo.Gostaria de saber se for parar , posso interromper assim de um dia para o outro? Ou teria que diminuir a dose ate parar?

    ResponderExcluir
  70. Olá, pode me indicar homeopatas q faça CEASE no RJ?

    ResponderExcluir
  71. Boa noite!
    Oi sou a Elda Oliveira, sou mãe de um menino especial, se nome é Davi Lustosa.
    Davi nasceu no dia 27/05/2005, de parto cesariano, seu nascimento era previsto até o dia 24, mais como não tinha dilatação e nem contrações ele nasceu depois da data prevista. Ele chorou logo ao nascer, pesando 3,150gramas e medindo 51 cm, uma criança saudável.
    O Davi começou a falar aos dez meses e a anda aos dozes meses, era um garoto bem inteligente, superesperto e carinhoso. Tinha sempre um grande desejo de aprender coisas novas, tais como a dirigir carros, andar de bicicleta e ate mesmo a escrever. Ele aos dois anos já conhecia varias cores e as vogais e algumas letras do alfabeto, ele sempre tinha um grande entenreço em letras seus brinquedos sempre tinha que ter as vogais desenhadas neles.
    Somente duas coisas nele me chamava atenção: sempre ele estava com o nariz cheio de coriza, sempre leva ele aos médicos sem grandes resultados. E o outro que ele sempre se referia na terceira pessoa, ele nunca usava o pronome “eu”, tudo era do Davi nunca era meu.
    Quando ele tinha dois anos e cinco meses seu irmão nasceu, ele fez uma festa, tudo para ele era do beber.
    Mais logo ao fazer os três anos tudo mudou ele deixou de falar ficou mais agitado e com muita dificuldade para dormir, ele roncava feito um adulto, mais como sempre os médicos nunca tinha nada para me ajuda, passavam uma dúzia de antibióticos e mandava fazer inalação e pronto. Foi então que ouvi fala que tinha um pediatra novo na cidade, leve-o até ele, foi ai que descobri que o Davi tinha adenoide e as amidalas muito grande, ele fez a cirurgia mais não voltou a fala mais ficou com a respiração livre.
    Já o levei a tantos médicos cada um fala que uma coisa: uns fala que hiperatividade outros autismo e por ultimo que transtorno invasivo do desenvolvimento não autísticos. Está ultima opinião foi dada pelo o doutor neuropediatra Belo Horizonte. Quando ele me falou que haveria tratamento para ele me encheu de esperanças, mais ele já fez todos os exames possíveis e até agora nunca deu nada, já não sei em quem acreditar, gostaria de receber outras opiniões, sei que o medico que vai diagnostica autismo deveria ser o psiquiatra mais o já o levei a um é o mesmo ficou em dúvida pois apesar dele se parecer muito com uma criança autista ele obedece alguns comando segundo ele que uma criança autista não faria. Ambos os médicos concorda somente com uma coisa somente como remédio que ele deve toma que é o RISS (rispiridona) três miligrama na qual ele toma dois comprimidos um comprimido de quetiapina e 18 gotas de amplictil por dia, o remédio ajudou ele dormi, por que antes ele não dormia passava a noite acordado, até hoje se o remédio acaba ele não dorme.
    Vou lista alguns dos exames que ele já fez: RESSONÂNCIA MAGNÉTICA, ACTH, ACIDO LÁTICO-LACTATO, CLORETOS, CORTISOL, GLICEMIA, GASOMETRIA ARTERIAL, POTÁSSIO, SÓDIO, AMÔNIA, ÁCIDOS GRAXOS DE CADEIA MUITO LONGA, CREATINOFOSFOQUINASE, ALDOLASE, ÁCIDOS ORGÂNICOS, PERFIL DE ACILCARNITINAS- QUANTITATIVO e ELETROENCEFALOGRAMA todos este foram laudados aqui mesmo no Brasil mais este outros foram enviados para Austrália e laudados lá são este: ARISLSUFATASE A, BETA GALACTOSIDADE, HEXOSAMINIDADE A E TOTAL e uma de urina coletada por 24 horas MUCOPOLISSACARIDEOS. Todos estes exames segundo o médico deu resultados normais.

    Gostaria de um novo tratamento para meu filho.
    Pois não entra na minha cabeça a ideia do meu filho passar a vida toda dependente de mim para tudo, pois ele não tem noção do que é certo ou errado. Tenho medo dele ser agredido ao andar nas ruas, pois quem olha para ele não ver nada que o diferencia de seu irmão... mas basta fica alguns minutos do seu lado para tornar-se vítima dos tapas e beliscão dele.
    Tenho medo com o uso do Rispiridon ele venha a adquirir diabetes, já que a genética não ajuda.

    Desculpa se te atrapalho, dês de já te agradeço por tudo.


    Obrigada pela sua atenção.

    ResponderExcluir
  72. Parabéns pelo artigo. O medico de minha filha de 7 anos suspendeu o risperidona depois que ela começou a ter aumento da mama...fiquei chateada porque agora ela está uma pimenta de agitada, mas agora vejo que foi a mão de Deus em nossas vidas a retirada do remédio; vamos procurar o tratamento homeopático.

    ResponderExcluir
  73. Olá, tudo bem? Achei esta página pelo Google, durante minha pesquisa. Sou autista de grau leve, só tenho algumas características do espectro. É tipo, sem comunicação prejudicada (só custei a aprender a falar espntaneamente), reconheço várias emoções e falo com os outros quando falam comigo, apesar de não me envolver muito socialmente, ter interesses relativamente restritos (como os carros, variando às vezes para caminhões e jogos eletrônicos) e ser parcialmente dependente. Muitas pessoas nem desconfiam desse fato, mas tomei Risperidona desde 13-14 anos até pouco antes de completar 21 anos e a Ritalina, desde os 12 até pouco tempo antes do mesmo, além de outros medicamentos. Era uma criança hiperativa e que não falava muito, apesar do bom vocabulário e de ter aprendido a contar e ler cedo. Eu tinha problemas de agressividade, sempre estudei em escolas públicas, até os 15 anos brigava muito com meus colegas quando me provocavam, apesar de eu tirar notas boas nas provas e ser muito perfeccionista. Depois de começar a tomar essas drogas, fui gradativamente ficando menos agressivo e mais sociável, mas minha fala começou a ficar um pouco mais lenta e "enrolada", além de eu ter tido um quadro depressivo aos 17 anos, no fim do 3º ano do ensino médio, pensando eu estar ficando "menos inteligente", ignorando o meu quadro de autismo leve, conhecido como Asperger. O psiquiatra só pensava em aumentar as doses de Risperidona (deixava mais sonolento) e Ritalina (que apesar de aumentar a concentração me tirava o sono e em altas doses me dava dores de cabeça). Passei no ENEM e fui cursar Ciência da Computação em uma cidade vizinha, indo e voltando todos os dias. No primeiro dia minha mãe foi junto, passei o resto da semana na casa de uma tia que morava na cidade da faculdade, e aprendi a ir e voltar. Não aguentei a pressão da dificuldade do curso e tranquei a faculdade. No início do ano resolvi parar aos poucos com a Ritalina por conta própria e fiquei mais hiperativo, até caí em uma pista de Skate correndo, mas o médico tirou a Ritalina, mas aumentou outros remédios e introduziu mais um no lugar. Estava menos concentrado, mas sentia que minha fala tinha melhorado, sem voltar toda a agressividade, com exceção de um espelho quebrado durante uma discussão. Depois troquei de psiquiatra e ele tirou a respiridona e trocou o antidepressivo. Me sinto melhor agora, apesar de não ser mais um aluno tão dedicado quanto outrora. Já consigo conversar com as pessoas e até puxar assunto, mesmo se o mesmo não for de interesse do outro. Cheguei a tomar florais de Bach antes da troca de médico. Minha psicóloga, que me acompanha desde algum tempo, no início me achava muito tímido, mas percebeu que melhorei minha interação social durante o tratamento com os tais psicotrópicos e que não piorei depois. Mesmo que eu tenha perdido boa parte do avançado raciocínio por conta da síndrome com o uso dos medicamentos, acho que ganhei em outros pontos, como me socializar mais e ver mais ao outro e menos a mim. Como dizia meu psiquiatra anterior: "a tua luta é uma longa caminhada. Dê um passo de cada vez." Mas acho que eu ter dado um passo maior me beneficiou. Desculpa se me estendi muito, mas esse é meu depoimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo depoimento, meu filho fará 4 anos mês que vem e fiquei chocada quando soube q ele era autista, espero que possa ser recuperar e ter consciência das coisas assim como vc, ele tb foi diagnosticado como Asperger.

      Excluir
  74. Adorei seu artigo, meu filho tem 10 anos, há 5 toma respiridona, está c uma semana q resolvi parar confesso q estou sofrendo mais q ele vendo a abstinência porém já consigo ver resultados positivos.. Vc tem sim total razão em tudo q descreveu a respeito desse remédio.. Tô tensa mas feliz pq sei é tenho fé q ele irá melhorar.

    ResponderExcluir
  75. minha filha tem 3anos e autista levamos ela num neuropediatra ele receito risperidona mais minha filha não e agressiva e dorme bem a noite so e um poco agitada nervosa e teimosa sera que devo dar esse remédio se alguém puder ajudar obrigada

    ResponderExcluir
  76. minha filha tem 3anos e autista ela dorme bem não e agressiva so e um poco agitada não entende oq falamos para ela e ainda não fala so grita...levamos num neuropediatra ele receitou risperidona tamos em duvida se devemos dar o remédio ou não se alguém puder ajudar aguardo respostas obrigada

    ResponderExcluir
  77. BOA NOITE
    TENHO UM FILHO DE 2 ANOS E 3 MESES DIAGNÓSTICO AUTISTA LEVE A MODERADO
    QUERO FAZER O TRATAMENTO HOMEOPATICO
    VC CONHECE ALGUEM EM ARACAJU SERGIPE?

    ResponderExcluir
  78. Ola
    Meu filho é diagnosticado com possível TDAH BIPOLARIDADE AGRESSIVIDADE . tradado com respiridona4mg/diário Litio 600mg/diários e ritalina 45mg/diarias.
    Ja fez tomografia ,eletroencefalograma com indução de sono, exames de sangue , exames cardiologicos,ja fez endoscopias por danos causados ao eatomago com uso das medicações até então que deveriam ajudar no tratamento...esta com varios sintomas colaterais como ganho de peso,tics nervosos,isolamento,intolerancia a alimentação ,agitação, fica com efeito tipo zumbi...ligado como se os pensamentos so fizessem sentido quando esta medicado com a ritalina. Tem uma sede intensa e relata dor de cabeça e estômago maior nesses últimos meses.
    Ja toma eatas mesmas medicações a 4 anos...tivemos melhora em alguns pontos mas hj vejo que esta tendo mais sintomas prejudiciais ...estou com acompanhamento no capsi de Florianópolis onde moramos.
    Ele ja esta em tratamento a 5anos e ja passou por tantoa médicos desde pediatras psicologos cardiologista neurologista gastroenterologista fonoudiolo otorrinolaringologista. ..e definir o real diagnóstico nenhum deles fez..tratam apenas como "possível diagnóstico"
    Vou retirar a respiridona apartir de hoje e gostaria muito que voce pudesse dar uma orientação de nutrição ou homeopatas aqui em Florianópolis que pudesse ajudar.
    Aguardo retorno .
    Kelly.

    ResponderExcluir
  79. Bom dia! Você teria médico homeopata em BH para indicar?

    ResponderExcluir
  80. parabéns pela reportagem maravilhosa faço parte de grupo de mãe com filho AUTISTA e vou imprimir para elas tenha esta informação ainda que já saiba.

    ResponderExcluir
  81. Boa noite! Meu filho e diagnosticado com leucomalacia periventricular e espectro autista, está com 4 anos e 7 meses faz uso de respiridona 1ml a uns 3 anos, fui ao neuro no início do ano ele prescreveu que dobrasse a doze ,mas não o fiz. Mas de uma semana pra ca percebo que um hora depois do remédio ele fica chorando demais, se joga no chão , as vezes se agride, estou assustada. E agora como faço pra tirar esse medicamento?????

    ResponderExcluir
  82. Olá. Tenho um filho de 3 anos que acaba se ser diagnosticado como autista. E graça a Deus li seu post. Acredito muito na homeopatia e nos efeitos ruins que remédios alopaticos possam trazer a longo prazo. Gostaria de indicações de homeopatas. Moro na capital do Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  83. Boa noite.
    Meu filho fez 6 anos agora não toma medicamento, faz tratamento de equoterapia, fono e psicopedagoga agora que está na fase da alfabetização.
    Murilo era muito agitado e algumas vezes agressivo, melhorou muito com as terapias.
    Hoje fazemos diversos passeios que antes era inviável.
    Ele começou a falar aos 4 anos e isso foi fundamental para diminuir quase acabar com suas crises de agressividade que se tornaram muito esporádicas.
    Moro em SP e gostaria de indicação de médicos de homeopatia.

    E-mail: kellynicoleti@gmail.com

    Obrigada

    ResponderExcluir
  84. Boa noite.
    Meu filho fez 6 anos agora não toma medicamento, faz tratamento de equoterapia, fono e psicopedagoga agora que está na fase da alfabetização.
    Murilo era muito agitado e algumas vezes agressivo, melhorou muito com as terapias.
    Hoje fazemos diversos passeios que antes era inviável.
    Ele começou a falar aos 4 anos e isso foi fundamental para diminuir quase acabar com suas crises de agressividade que se tornaram muito esporádicas.
    Moro em SP e gostaria de indicação de médicos de homeopatia.

    E-mail: kellynicoleti@gmail.com

    Obrigada

    ResponderExcluir
  85. Boa noite.
    Meu filho fez 6 anos agora não toma medicamento, faz tratamento de equoterapia, fono e psicopedagoga agora que está na fase da alfabetização.
    Murilo era muito agitado e algumas vezes agressivo, melhorou muito com as terapias.
    Hoje fazemos diversos passeios que antes era inviável.
    Ele começou a falar aos 4 anos e isso foi fundamental para diminuir quase acabar com suas crises de agressividade que se tornaram muito esporádicas.
    Moro em SP e gostaria de indicação de médicos de homeopatia.

    E-mail: kellynicoleti@gmail.com

    Obrigada

    ResponderExcluir
  86. Bom dia, não encontrei em Porto Alegre médico homeopata capaz de tratar autismo. Alguém para dar indicação?
    carlinha.meuamor@gmail.com
    Obrigada

    ResponderExcluir
  87. Gostaria de indicação de homeopata unicista em São Paulo capital. Obrigado

    ResponderExcluir
  88. Meu filho fez uso de risperidona durante 5 anos para um possivel aspectro autista , foi receitado ja na primeira consulta , e começei os tratamentos indicados juntamente com a medicaçao... Meu filho dormia muito bem passou a dormir ainda mais com o remedio... Ate entao receitado para ajudar na interaçao dele com os outros e com o que estava a sua volta ... Na epoca com dois anos a foi pedido que colocassemos ele na escola ,por medo nao fiz, começamos uma bateria de exames q alguns profissionais despreparados que me deram ate diagnostico de mínima audiçao , com teste da orelhinha , fui pro exame BERA q constatou audiçao perfeita... Efim passei por neuros , fonos , psicólogos, psiquiatra uns diziam q meu filho nao tinha nada outros q sim ele tem um aspectro autista...mas mantendo o risperidona , uma noite meu marido sem conseguir dormir resolvi dar 5 gotas pra ele tomar , ele desdenhou pois nosso filho de 4 anos tomava 10 gotas , entao dei mais 5 gotas ... Meu marido dormiu na verdade desmaiou q de manha depoi de 8 horas de sono ele nao conseguia levantar sentia se absolutamente fora de si , o efeito do remedio passou ja era mais de 14 horas... Fiquei louca meu filho tomava uma medicaçao muito forte ... Juntei todos os exames e fui ao neuro q suspendeu o remedio... Pediu pra aguardar e observar ... Ja na idade de 4 anos teve que ir pra escola mas ele tinha crises de agressividade q eu nunca tinha visto , muitas vz a professora o abraçava forte para nao machucar e nem machucar outras crianças... Nao sei se poderia dizer isso mas era como se fosse uma crise de abstinencia da risperidona, e foram muitas ... Mas graças a Deus passaram , e meu filho começou a desenvolver , a interagir , a falar , a brinca com outras crianças nao e facil mas o despreparo de profissionais ainda nos prejudicam muito. Ainda temos muitos pela frente..

    ResponderExcluir
  89. Olá, eu tenho 19 anos, e meu irmão 25, ele tem síndrome de asperger e toma risperidona desde 16. Ele é sempre calmo e carinhoso, mas tem horas que se irrita, o que acontece com facilidade. Li esse artigo e fiquei muito preocupada, amo meu irmao, e vejo que hoje ele é dependente do remédio. Como fazer pra tirar? Como fazer ele melhorar sem usar essa bomba? por favor me ajudem.

    ResponderExcluir
  90. Olá, eu tenho 19 anos, e meu irmão 25, ele tem síndrome de asperger e toma risperidona desde 16. Ele é sempre calmo e carinhoso, mas tem horas que se irrita, o que acontece com facilidade. Li esse artigo e fiquei muito preocupada, amo meu irmao, e vejo que hoje ele é dependente do remédio. Como fazer pra tirar? Como fazer ele melhorar sem usar essa bomba? por favor me ajudem.

    ResponderExcluir
  91. Sou de Manaus e temos uma Associação de Pais e Profissionais chamado CISA Centeo de Integração Social do Autista, meu filho tem 12 anos e yoma risperidona a pelo menos 8 anos, com a puberdade um médico passou um remédio mais forte, nosso filho que nunca havia sido agressivo ficou violento conosco, suspendemos a medicação e voltamos a risperidona em uma pequena dosse, ele esta melhor, porém uma mãe da nossa associação que não possue nenhum recurso e sem nenhuma ajuda familiar cria 2 filhos Autistas (uma menina de 19 anos e um menino de 10 anos) ela não dá remédios ela os trata com alimentação equilibrada e com esporte, o filho dela é o unico autista da federação dr luta livre e é um campeão com varias medalhas.

    ResponderExcluir
  92. Olá, boa tarde! Meu nome é Eliane e sou mãe do Lucas de 7 anos também com alguns comportamentos considerados do espectro autista. Tem diagnóstico (Síndrome Smith-Magenis) e gostaria de saber se poderia me indicar um bom homeopata no RJ. Obrigada

    ResponderExcluir
  93. Eu acho que não é bem assim...cada caso é um caso. As vezes se faz necessário, pois autismo não tem cura e o remédio é apenas para tratar o comportamento e possa conviver socialmente.. Como uma criança vão se desenvolver sem dormir? Passar noites e noites acordado.?

    ResponderExcluir
  94. Nossa, fiquei assutada com os efeitos da rispiridona, meu filho tem 3 anos e 9 meses e é autista leve e sempre peço ao psiquiatra dele para passar um medicamento para ele se acalmar e se concentrar, ele é muito hiperativo e só pensa em brincar na escola ai a professora dele disse q tem 4 alunos lá que são autistas e tomam rispiridona, ai pediu p eu falar c o psiquiatra dele de novo. A razão do psiquiatra de Davi não passar remédio p ele é pq meu filho dorme bem, não tem convulsões e interage com outras crianças, mas nesse interagir ele acaba machucando as outras crianças pq ele só quer brincar de "pega-pega" e não tem controle de força... Tô tão indecisa gente, queria muito que meu filho fosse mais concentrado e voltasse a falar. Moro em Maceió-AL e gostaria de saber um tratamento homeopático p meu filhinho, já procurei tanto aqui mas não achei.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  95. Olá, iniciei o tratamento do meu filho com Maria Helena Rossi tb...a dieta não está sendo fácil. O q me diz hoje do seu filho?

    ResponderExcluir
  96. Bom dia! meu nome é flávia tenho um filho de 6 anos que foi diagnosticado a 3 meses com sindrome de asperger. O Neuro passou resperidona, mais eu não dei. Procuro outras alternativas, a homeopatia me interessou muitissimo. Voce tem indicação para Vitória-es. e-mail flavinha.cici@hotmail.com. Abraço!

    ResponderExcluir
  97. Boa noite meu nome é Tatiane tenho um filho autista moderado ele já toma a risperidona uns 4 anos no começo e ele era muito agressivo com ele mesmo agora ele já está mais calmo mas não está alfabetizado ainda porem ele le muito bem mas não consegue escrever, gostaria de saber e3 a ritalina é melhor na concentração e se ela diminui a ansiedade obrigada.

    ResponderExcluir
  98. Eu tenho um filho autista de 2 anos e ele toma neuleptil,as vezes tenho minhas dúvidas,mas na verdade não estava conseguindo controlar ele sem o medicamento pois não dormia não conseguia nem sair com ele...é algo estressante Será que devo pensar no futuro ou viver o agora pois o futuro pode nem chegar...

    ResponderExcluir
  99. Olá Julie,
    Meu filho tem 6 anos e fpi diagnosticado com autismo aos 3 anos.A neuro que o diagnosticou me passou neuleptil para que ele dormisse pois tem muitas dificuldades para dormir e eu ao ler a bula não tive coragem de o fazer.Hoje houve a necessidade de mudarmos o convênio dele e a nova neuro receitou o Risperidona e me relatou que ele era extremamente inquieto e que precisava de medicamento. Porém nas duas vezes meu coração falou mais alto e pela segunda vez optei por não dar pensando exatamente no futuro dp meu filho e na dependência.E em busca de alternativas pela homeopatia swu post me apareceu como uma resposta de Deus ao meu coração aflito e me sinto feliz por ver que por duas vezes tomei a decisão certa.Gostaria de saber se pode me ajudar em relação ao tratamemto homeopático.Moro em São Paulo.
    Segue meu e-mail:ma-noper@hotmail.com

    ResponderExcluir
  100. Boa noite.Fui diagnósticado recentemente como síndrome de aspeger , já sou adulto .Antes uma outra médica dizia que era TOC .A médica receitou risperidona 1mg 1 comprimido .Que acha possível ocorrer , sendo eu adulto e sem outras doenças ( tenho irritabilidade a certas coisas , insônia ,coisas de aspers ) ? Obrigado.

    ResponderExcluir
  101. Boa Tarde,
    Ótimo post, tenho um filho que vai completar 4 anos e foi diagnosticado como autista leve com 2 anos e meio, ele não toma nenhum remedio , nunca foi necessario pois ele é uma criança tranquila, eu gostaria de uma indicação de um bom medico(a) homeopata unincista no Rio de Janeiro, meu e mail é:
    marianafp3@gmail.com
    muito obrigada pelos esclarecimentos

    ResponderExcluir
  102. Amigos, mudem totalmente a alimentação de vocês. Procurem meus posts sobre os assunto. Entrem no site da Pat Feldman de Sao Paulo, ela tem muitas dicas. O processo 'e longo mas 'e possível. Evitem remédios, procurem um bom homeopata... e se não der resultado nenhum, não desista, procure outro!

    Um abraço,
    Julie

    ResponderExcluir

Comentarios sao muito bem-vindos!! Eu quero muito divulgar tudo o que estou aprendendo desde que comecei o tratamento do meu filho. A minha intenção é ajudar as mães que não falam inglês. Deixe seu comentario ou me escreva diretamente: autismosuperado@hotmail.com